Campo Grande-MS
terça-feira, 23/07/2024

A administração do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, sob a presidência do Des. Sérgio Fernandes Martins, realizou na terça-feira, dia 11 de junho, a doação de 70 computadores a hospitais e instituições de assistência social de Campo Grande. Seis entidades da capital foram beneficiadas.

Os equipamentos doados são decorrentes da substituição completa da rede de computadores do Tribunal de Justiça, que adquiriu em torno de 5 mil novas máquinas, distribuídas entre todas as comarcas do Estado. A substituição visa se adequar às atualizações dos softwares utilizados pelo TJMS e assim dar mais celeridade à prestação de serviços ao jurisdicionado. 

Na solenidade de entrega, o Des. Sérgio Fernandes Martins destacou a continuidade das ações do  Tribunal de Justiça em prol da sociedade civil e a importância das parcerias com as entidades. “Não é nada incomum o que a administração do Tribunal está fazendo hoje. O Tribunal tem tido essa sensibilidade com vários setores da sociedade e destinado bens, procurando auxiliar aqueles que desenvolvem algum tipo de atividade que tem impacto para a sociedade e contribuem para o bom andamento dos trabalhos do setor público e do setor de serviços para a comunidade”. 

O coordenador do Comitê Estadual de MS do Fórum Nacional da Saúde do CNJ, Des. Nélio Stábile, ressaltou o trabalho da administração do Des. Sérgio Fernandes Martins no âmbito da saúde. “O presidente do Tribunal, além de proporcionar melhores condições de trabalho e incentivar e empreender ações para a melhoria do serviço judiciário em si, também tem uma conexão e entrosamento com a sociedade sul-mato-grossense”.

 A Associação Beneficente da Santa Casa de Campo Grande foi uma das beneficiadas pela doação e a presidente da entidade, Alir Terra Lima, falou sobre as inovações empregadas pela administração do TJMS e a necessidade dos equipamentos doados. “Você vem fazendo grandes inovações em nosso Estado, nós temos aparecido no cenário nacional com as suas inovações e isso é importantíssimo. Computadores salvam vidas, porque por meio do sistema informatizado conseguimos atender os pacientes com mais velocidade. Isso traz eficiência para a instituição”. 

Além da Santa Casa de Campo Grande, também foram beneficiadas a Associação de Auxílio e Recuperação dos Hansenianos (AARH), mantenedora do Hospital São Julião; o Hospital Adventista do Pênfigo; a Associação dos Amigos das Crianças com Câncer (AACC); a Associação Asilo São João Bosco; e a Fundação Carmem Prudente de Mato Grosso do Sul, mantenedora do Hospital do Câncer Alfredo Abrão (HCAA).

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação – imprensa@tjms.jus.br

  • Campo Grande, 150 anos de História