quarta-feira, 21/02/2024

SES realiza avaliação em unidades que possuem selo ‘Hospital Amigo da Criança’

SES realiza avaliação em unidades que possuem selo ‘Hospital Amigo da Criança’

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) realizou nos dias 31 de maio, 1º e 2 de junho a reavaliação trienal dos Hospitais Amigo da Criança. A IHAC (Iniciativa Hospital Amigo da Criança) é um selo de qualidade conferido pelo Ministério da Saúde aos hospitais que cumprem os dez passos para o sucesso do aleitamento materno, instituídos pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Para ser amigo da criança, o hospital deve também respeitar outros critérios, como o cuidado respeitoso e humanizado à mulher durante o pré-parto, parto e o pós-parto, garantir livre acesso à mãe e ao pai e permanência deles junto ao recém-nascido internado durante 24 horas, e cumprir a NBCAL (Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças na Primeira Infância).

Mato Grosso do Sul conta com o Projeto Bem Nascer que tem como objetivo a redução da mortalidade materna-infantil, com o propósito de melhorar a estruturação dos serviços de saúde que ofertam atendimentos às crianças e mulheres, como também, a qualificação dos profissionais e atualização da rede materno e infantil no estado.

“Nosso estado tem um pacto de reduzir a mortalidade materna e infantil por meio do Projeto Bem Nascer MS e a gerência da Saúde da Criança e do Adolescente vem trabalhando para que essa redução ocorra e, com a colaboração dos hospitais certificados com o selo IHAC, temos uma grande chance de diminuir a morbimortalidade infantil por meio do estímulo à prática da amamentação”, pontua a gerente da Atenção à Saúde da Criança e Adolescente, Cristiana Schulz.

Servidoras e avaliadoras da SES

Nascer em Hospital Amigo da Criança também faz diferença nos indicadores de aleitamento materno. A duração média do aleitamento materno exclusivo – oferta apenas de leite materno para a criança até o sexto mês de vida – em crianças que nasceram nesses hospitais foi de 60,2 dias, contra 48,1 dias em crianças que não nasceram em Hospital Amigo da Criança. Nascer em hospitais com o título aumenta em 9% a chance de o recém-nascido ser amamentado na primeira hora de vida.

Desde 1992, o Ministério da Saúde e o Unicef certificam na IHAC instituições de saúde públicas e privadas que cumprem os ‘Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno’, o ‘Cuidado Amigo da Mulher’, além de mobilizar e capacitar profissionais de saúde para mudarem rotinas e condutas inadequadas que possam prejudicar a amamentação e determinar um desmame precoce e o cumprimento da NBCAL são requisitos que buscam a adequada atenção à saúde da criança e da mulher.

 

Kamilla Ratier, da SES, com informações do Ministério da Saúde

Foto: Arquivo/SES