Campo Grande-MS
segunda-feira, 15/07/2024
SES realiza 1ª reunião do Comitê Estadual de Segurança do Paciente

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) realizou nesta sexta-feira (30), a 1ª reunião do Comitê Estadual de Segurança do Paciente com o intuito de deliberar sobre a aprovação do regimento, apresentação de minuta, contribuições para futuras ações e alinhamento para otimização dos resultados.

 A Resolução nº 23/SES/MS, que institui o Comitê Estadual de Segurança do Paciente, tem o objetivo de contribuir para a criação de uma cultura de segurança do paciente nos estabelecimentos de saúde, no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da implementação de medidas efetivas visando a melhoria da segurança do paciente.

Conforme a coordenadora do Comitê Estadual de Segurança do Paciente, Daianny Garcia do Nascimento, esse primeiro encontro foi muito positivo. “Fiquei muito feliz, acho que temos um comitê muito robusto e muito competente. Vamos fazer com que o comitê se mantenha ativo e comece a fazer sentido para o nosso estado. Estamos aqui para a construção de algo muito importante e temos que expandir essa cultura para que a gente construa um processo de capacitação”.

Para a gerente técnica de serviços de saúde da Coordenadoria Estadual de Vigilância Sanitária, Aline Schio de Souza, o comitê auxiliará os municípios do estado na implementação de medidas de redução de danos, visando uma assistência mais segura e de qualidade.

“Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), um a cada quatro pacientes internados está sujeito a sofrer um evento adverso. Portanto, implantar protocolos, ter uma comunicação efetiva e trabalhar com as melhores práticas são fatores que reduzem as chances de ocorrer um agravo”, pontua Schio.

Em Mato Grosso do Sul, a segurança do paciente ainda é muito restrita aos serviços hospitalares, por isso a necessidade de expansão. “A ‘Segurança do Paciente’ tem dez anos, é uma ação global e nossa intenção com esse comitê é que ele realmente seja persistente, tanto na produção e disseminação da informação como também na responsabilização de todas as áreas representadas, para que alcance todas as áreas da saúde. A segurança do paciente passa por todas as áreas, ela está na Atenção Primária, mas é transversal a todas as áreas da saúde”, finaliza Daianny.

O comitê estadual é composto por representantes do Gabinete do Secretário, Coordenadoria de Ações em Saúde, Coordenadoria Estadual de Vigilância Sanitária, Coordenadoria das Redes de Atenção em Saúde, Coordenadoria-Geral de Assistência Farmacêutica, Coordenadoria de Atenção Ambulatorial e Hospitalar, Coordenadoria-Geral da Rede Hemosul, Coordenadoria Estadual de Vigilância em Saúde do Trabalhador, Coordenadoria Estadual de Regulação da Assistência, Coordenadoria-Geral de Educação na Saúde, Coordenadoria Estadual de Controle, Avaliação e Auditoria e Coordenadoria de Planejamento e de Informação em Saúde.

 Programa Nacional de Segurança do Paciente

Instituído em 2013, o Programa Nacional de Segurança do Paciente foi criado para contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em todos os estabelecimentos de saúde do país e tem como objetivo promover a cultura da segurança do paciente por meio de ações voltadas para a prevenção de eventos adversos e para a melhoria contínua da qualidade dos serviços de saúde.

Kamilla Ratier, SES