quinta-feira, 25/04/2024
Iris de Araújo em discurso na tribuna do Plenário, em 2011

22/02/2023 – 16:44  

Acervo Câmara dos Deputados

Íris de Araújo em discurso na tribuna do Plenário, em 2011

A ex-deputada Íris de Araújo morreu nesta terça-feira (21), aos 79 anos, em Goiânia. Ela foi casada por mais de 50 anos com o ex-governador de Goiás Iris Rezende, que morreu em 2021. Dona Iris, como era chamada, deixa três filhos.
A assessoria do Hospital Israelita Albert Einstein afirmou em nota que Íris morreu em decorrência do agravamento de doenças pulmonares prévias.

Filiada ao PMDB (hoje MDB) desde 1980, estreou em eleições na disputa presidencial de 1994, quando foi candidata a vice na chapa encabeçada por Orestes Quércia. Depois, assumiu em duas ocasiões (2003 e 2006) uma cadeira no Senado, como suplente de Maguito Vilela.

Em 2006, elegeu-se deputada federal por Goiás, sendo reeleita quatro anos depois (legislaturas de 2007-2011 e 2011-2015). Ela foi integrante titular da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, lamentou a morte de dona Iris. “Ex-deputada federal e ex-primeira-dama de Goiás, dona Íris construiu uma trajetória marcada, principalmente, pela defesa de políticas sociais para a população mais vulnerável. Fomos colegas na Câmara Federal e testemunho que ela exerceu seus mandatos com coragem e altivez. Dona Íris foi sempre uma voz em defesa do povo goiano”, disse ele, em suas redes sociais.

Da Redação/WS