segunda-feira, 26/02/2024

Tabosa pede retirada de bifurcação em cruzamento no bairro Jardim Aeroporto

Tabosa pede retirada de bifurcação em cruzamento no bairro Jardim Aeroporto

24.11.2023 · 8:47 · Vereador Tabosa

Usando a tribuna da Câmara Municipal de Campo Grande, na última semana, o vereador Marcos Tabosa (PDT) apresentou à mesa diretora da Casa de Leis para que seja enviado ao Executivo Municipal um ofício solicitado pelos moradores do Jardim Aeroporto com cópia a Agetran, para que seja retirada a bifurcação localizada no cruzamento da Avenida Wanderley Pavão com a Avenida José Barbosa Rodrigues.

Os moradores daquela localidade alegam que a bifurcação tem dificultado a conversão dos motoristas por ser muito estreita, até mesmo de ônibus e caminhões, causando acidentes e situações de engarrafamento em horário de maior fluxo dos veículos que por ali trafegam.

O problema de bifurcação em cruzamento de ruas estreitas refere-se a desafios específicos enfrentados em locais onde duas ou mais ruas estreitas se encontram. Esses cruzamentos podem apresentar dificuldades para o fluxo de tráfego, causando congestionamentos, atrasos e potencialmente aumentando o risco de acidentes. Alguns dos problemas comuns associados a cruzamentos de ruas estreitas incluem:

Conflito de Fluxo de Tráfego:

Ruas estreitas podem ter capacidade limitada para acomodar o tráfego de veículos. A convergência de várias vias em um ponto pode levar a conflitos entre veículos que tentam entrar e sair do cruzamento simultaneamente.

Visibilidade Reduzida:

A presença de edifícios, muros ou outros obstáculos próximos ao cruzamento pode reduzir a visibilidade dos motoristas. Isso aumenta o risco de colisões, especialmente em locais onde os motoristas têm dificuldade em ver outros veículos ou pedestres.

Manobra Difícil:

Ruas estreitas podem tornar as manobras de conversão mais desafiadoras, especialmente para veículos maiores. Isso pode levar a atrasos, bloqueios e congestionamentos.

Segurança de Pedestres:

A presença de cruzamentos estreitos também pode representar riscos para pedestres, já que pode ser difícil para os motoristas observarem e cederem a passagem a pessoas atravessando a rua.

Planejamento Urbano:

A falta de espaço pode limitar as opções para melhorar a infraestrutura viária e a sinalização no local. Soluções para o problema de bifurcação em cruzamento de ruas estreitas podem envolver:

Readequação da Infraestrutura:

Alargamento de ruas, se possível, para melhorar a capacidade de fluxo de tráfego. Remoção de obstáculos que obstruem a visibilidade.

Sinalização Adequada:

Implementação de sinalização eficaz para orientar os motoristas e pedestres.

Uso de semáforos, placas de parada e setas direcionais para indicar a movimentação correta.

Planejamento Urbano Sustentável:

Consideração de soluções de planejamento urbano que melhorem a mobilidade, como a criação de áreas para pedestres, ciclovias, etc.

Tecnologia de Controle de Tráfego:

Implementação de sistemas de controle de tráfego inteligentes para otimizar o fluxo de veículos. Utilização de tecnologias como semáforos inteligentes que respondem dinamicamente ao volume de tráfego.

Cada local pode ter desafios específicos, e as soluções podem variar com base nas condições locais, recursos disponíveis e necessidades da comunidade. A colaboração entre urbanistas, engenheiros de tráfego e autoridades locais é fundamental para abordar eficazmente o problema de bifurcação em cruzamentos de ruas estreitas.

Diante do problema enfrentado pelos moradores que trafegam por aquelas vias, o vereador Tabosa solicitou ao Executivo urgência para atender a demanda, resolvendo um dilema que aflige a região.

Palmir Cleverson Franco

Assessoria de Imprensa do Vereador