segunda-feira, 26/02/2024

Ronilço Guerreiro defende em Audiência Pública que debate sobre a situação do centro da Capital precisa ser permanente

Ronilço Guerreiro defende em Audiência Pública que debate sobre a situação do centro da Capital precisa ser permanente

29.11.2023 · 2:41 · Vereador Ronilço Guerreiro

Contando com empresários, moradores da região central e representantes de entidades e do Executivo Municipal, aconteceu na manhã de hoje, na Câmara Municipal, uma audiência pública no intuito de debater a criação de um corredor cultural e gastronômico na Rua 14 de Julho. A proposição da audiência partiu do vereador Ronilço Guerreiro.

Guerreiro, que preside a Comissão Permanente de Cultura da Casa de Leis, inclusive tem um projeto tramitando que propõe a criação do corredor no trecho entre a rua Marechal Rondon e a Avenida Mato Grosso. “Para apresentar o projeto e chamar essa reunião busquei ouvir todos os lados e acredito que esse debate precisa ser permanente. Hoje temos uma linda Rua 14 de Julho, mas com vários prédios comerciais fechados e pouca gente circulando. Precisamos levar pessoas para o centro da Capital”, ressaltou.

O vereador complementou apontando algumas saídas para o problema. “Esse corredor cultural vai garantir a movimentação de pessoas no centro e isso aquece o comércio, assim como acontece nos festejos de final de ano. Porém temos que pensar no valor do aluguel e discutir uma forma de beneficiar os locatários, além de encontrar saída para outro problema que é a falta de estacionamento. Estamos iniciando uma discussão importante para nossa cidade”.

Entidades de classe, como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), também se fez presente. “Essas é uma iniciativa louvável e que precisamos agradecer, pois vai mudar a atual situação do centro, sou frequentadora da região e acredito que precisa dessa mudança estrutural e o vereador tem a CDL como um parceiro positivo neste projeto”, ressaltou a diretora da entidade, Marinalva Pereira.

Enéas José de Carvalho Netto, secretário-adjunto da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), acredita que o projeto pode ser considerado inovador. “Enquanto secretaria podemos contribuir e muito neste projeto que é louvável. Hoje, se quisermos que a 14 de Julho vire um case de sucesso para o Brasil inteiro, precisamos trabalhar essa questão da habitação e da oferta de serviços públicos na região”, reforçou.

Ainda participaram do encontro Cristiano de Almeida, da Subsecretaria de Gestão e Projetos Estratégicos, Sérgio Seiko Yonamine, da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), além do Superintendente de Turismo da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Wantuyr Tartari.

Assessoria de Imprensa do Vereador