quinta-feira, 25/04/2024
Presença de psicólogos e assistentes sociais nas escolas é prevenção, diz Betinho em audiência sobre segurança

03.04.2023 · 5:13 · Vereador Betinho

A Câmara Municipal de Campo Grande realizou na tarde desta segunda-feira (03) uma audiência pública para discutir “os impactos da insegurança nas escolas para os profissionais da educação”.

Na ocasião, o vereador Betinho (Republicanos) ressaltou que a contratação de psicólogos e assistentes sociais para atuação nas unidades de ensino também pode ser considerada uma medida de segurança preventiva.

Entenda

A audiência foi proposta pelo Legislativo em razão do ataque ocorrido na semana passada, quando um estudante de 13 anos armado com faca matou uma professora e deixou outras quatro pessoas feridas na Escola Estadual Thomazia Montoro, em São Paulo.

Desde então, outros casos de violência e ameaças foram registrados em Mato Grosso do Sul, incluindo Campo Grande. Neste sentido, os vereadores se reuniram com educadores e autoridades do Executivo, dentre as quais da segurança pública, com o objetivo de propor soluções com base na opinião de quem vivencia o dia a dia do ambiente de ensino.

Betinho é defensor do cumprimento da Lei nº 13.935, de 11 de dezembro de 2019, que prevê que “as redes públicas de Educação Básica contarão com serviços da Psicologia e do Serviço Social para atender às necessidades e prioridades definidas pelas políticas de educação”.

Em sua fala, ele ponderou que há 15 anos dá palestras motivacionais aos estudantes e recentemente tem percebido vários deles abatidos, psicologicamente fragilizados. Diante de tal constatação, considerando também o cenário de violência que preocupa a comunidade, ele propõe o início urgente da contratação dos psicólogos e assistentes sociais.

“O que deságua na escola é muitas vezes fruto do que ocorre no âmbito familiar. Já há recursos previstos para as contratações e estamos na luta para que o município firme um TAC junto ao Ministério Público para dar início às contratações. A presença de tais profissionais é determinante para identificar comportamentos e auxiliar em ações preventivas. Também é uma questão de segurança”, afirmou.