quinta-feira, 25/04/2024
No dia municipal da Síndrome de Down, Dr. Victor Rocha destaca a necessidade de Inclusão

22.03.2023 · 8:46 · Vereador Dr. Victor Rocha

Parlamentar é autor da Lei nº 6.940, de 7 de outubro de 2022 que institui o Dia Municipal da Síndrome de Down no Município de Campo Grande/MS

Autor da Lei nº 6.940, de 7 de outubro de 2022 que institui o Dia Municipal da Síndrome de Down em Campo Grande/MS, o vereador Dr. Victor Rocha (PP), destacou na terça-feira (21/03) a necessidade da inclusão das pessoas com síndrome de Down na sociedade.
“Antigamente essas pessoas eram retiradas do convívio, porém agora temos que pensar na inclusão, tanto na escola, como no mercado de trabalho. Enfim, temos que pensar em políticas públicas que sirvam de instrumento para melhorar a qualidade de vida dessa parcela da população”, ponderou Dr. Victor Rocha.

A data do dia 21 de março tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da luta pelos direitos igualitários, o seu bem-estar e a inclusão das pessoas com Síndrome de Down na sociedade. A Síndrome de Down não é uma doença, mas sim uma mutação do material genético humano presente em todas as raças.

“Para as pessoas com a Síndrome de Down, o apoio da família e o acesso à educação, saúde, esporte, lazer, trabalho, entre outras atividades, são fundamentais para um melhor desenvolvimento e inclusão social”, defendeu o parlamentar progressista.

Dr. Victor Rocha também destacou o trabalho realizado pela Escola Juliano Varela, que neste dia 21 de março, realizou a Caminhada pela Inclusão: Ninguém fica para trás! “Nosso respeito e admiração ao trabalho realizado pela Escola Juliano Varela, em nome da fundadora e ex-presidente da Associação, Malu Fernandes, deixo registrado meu respeito e admiração. Coloco-me à disposição da entidade tanto como vereador como médico”, afirmou.

Associação Juliano Varela – A Associação Juliano Varela foi criada em 28 de Janeiro de 1994, com o objetivo de promover programas para o pleno desenvolvimento das pessoas com Síndrome de Down, Espectro Autista e Microcefalia por meio de atendimento médico, ações de inclusão social e educacionais, se tornando uma instituição sem fins lucrativos e se mantendo com recursos advindos de convênios de repasses financeiros com os poderes públicos Federais, Estaduais e Municipais, além das doações de pessoas físicas e jurídicas que ajudam a manter a escola A diretoria da Associação é formada por pais e amigos das pessoas com Down, seguindo os preceitos das sócias fundadoras.

Para atingir seu objetivo de preparar essas pessoas para serem incluídas na sociedade através do desenvolvimento de suas habilidades, a Juliano Varela oferece atendimento familiar, terapia ocupacional, fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e assistência social. Assim os atendidos têm seu pensamento criativo, comunicação, raciocínio lógico, aspecto cognitivo e habilidades socioemocionais estimulados.

Foto: Izaias Medeiros/ Câmara CG

Assessoria de Imprensa do Vereador