Campo Grande-MS
terça-feira, 23/07/2024

A Procuradoria da Mulher na Câmara publicou nesta quarta-feira (20) nova edição do Boletim do Observatório da Mulher de Campo Grande destacando os dados alarmantes sobre a violência sexual contra as mulheres.

De acordo com dados fornecidos pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp-MS), 734 crimes de estupro foram registrados em Campo Grande, sendo que 612 das vítimas são mulheres. É preocupante notar que, por faixa etária, 382 são crianças, 189 são adolescentes, e 5 são idosos.

Além disso, o Anuário Brasileiro de Segurança Pública (2023) ressalta que pessoas negras continuam a ser as principais vítimas da violência sexual. Alarmantemente, 77,2% dos estupros de pessoas com mais de 14 anos foram perpetrados por conhecidos.

A nova edição do boletim também destaca a importância das legislações nacionais e municipais no combate à violência sexual. Disponibiliza uma compilação das leis existentes para enfrentar esse grave problema, fornecendo uma base para ações e políticas públicas mais eficazes.

“É crucial reconhecer a gravidade da violência sexual contra meninas, jovens, negras ou pardas e tomar medidas concretas para combatê-la. Esperamos que esta edição do boletim não apenas traga à luz a realidade desse crime tão grave, mas concorra para estimular ações significativas em todos os níveis de governo e na sociedade para acabar com esse horror”, afirma a Procuradora da Mulher e vereadora, Luiza Ribeiro (PT).

Mais informações sobre o trabalho da Procuradoria através do telefone 67 3316-1623

CLIQUE AQUI para ver todos os boletins

Paulo Victor
Assessoria de Imprensa da Vereadora Luiza Ribeiro

  • Campo Grande, 150 anos de História