quarta-feira, 21/02/2024

Dr. Victor Rocha encerra primeiro semestre lutando por Melhorias na Saúde Pública

Dr. Victor Rocha encerra primeiro semestre lutando por Melhorias na Saúde Pública

18.07.2023 · 6:50 · Vereador Dr. Victor Rocha

O vereador Dr. Victor Rocha (PP) foi eleito tendo como bandeira a luta por melhorias na saúde pública de Campo Grande. Desde que assumiu o mandato como vereador na Capital esse trabalho não para, tanto que neste primeiro semestre de 2023 o parlamentar esteve à frente no legislativo municipal da Comissão de Saúde fiscalizando e cobrando melhorias na assistência médica da população campo-grandense.

“Fui eleito com o compromisso de lutar por uma saúde de qualidade e com resultado. Portanto, não tenho medido esforços não só em cobrar melhorias, mas propor soluções para o desafio de dar assistência médica digna à população da cidade Morena”, pontuou Dr. Victor Rocha que já atuou como secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

No dia 13 de janeiro foi sancionada a Lei Municipal de Saúde Mental que visa estabelecer diretrizes da Rede de Atenção Psicossocial para Pessoas Acometidas de Sofrimento e Transtorno Mental no Município de Campo Grande. “É ganho para o município de Campo Grande, principalmente para os pacientes que são acometidos de sofrimento mental, seja com uma doença mental ou em função de abuso de álcool e drogas. É muito importante esse fortalecimento das ações da rede do psicossocial”.

Em fevereiro, Dr. Victor propôs a audiência pública: “A Saúde Mental que queremos para Campo Grande – Lei das Diretrizes da Saúde Mental. Tendo como encaminhamento a necessidade de um concurso público para os profissionais do Centro de Apoio Psicossocial, médicos, psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros. “Precisamos garantir a continuidade do trabalho, que muitas vezes hoje, se tem um trabalho com um tempo limitado até dois anos, após esse período segue com o outro profissional, isso é muito ruim para o seguimento ao tratamento”, reforçou Dr. Victor Rocha.

Também foi solicitada a necessidade da garantia do financiamento adequado, tanto para rede própria, dando estrutura e os meios para os profissionais possam atender aqueles usuários do Sistema Público de Saúde, quanto na rede complementar. “E precisamos também apoiar com emendas, as instituições que precisam para atender mais usuários. Outro ponto importante é a ampliação da Atenção à Saúde Mental, ou seja, precisamos da celeridade do executivo para que tenhamos mais unidades de acolhimento”, destacou.

Dr. Victor Rocha foi o principal articulador para a continuidade do atendimento do Hospital Câncer. “Nossa intenção foi a conquista do equilíbrio financeiro do Hospital Alfredo Abrão, pois estamos falando de salvar vidas. Sabemos que novos pacientes diagnosticados com câncer não estavam sendo admitidos para iniciar o tratamento, por conta da falta de repasse financeiro. Por isso, trabalhamos incansavelmente para que essa situação fosse resolvida”, pontuou o presidente da Comissão de Saúde.

O parlamentar progressista também propôs a audiência pública: A Saúde que queremos para Campo Grande, na oportunidade entregou um documento para a Secretaria de Saúde (Sesau) com 12 questões urgentes para a saúde pública da Capital. “Apontamos diagnosticar os problemas que hoje temos na nossa rede de saúde pública e apresentamos as soluções, porque temos diariamente várias reclamações de falta medicamentos, falta de vagas, hospitais superlotados, atrasos de recebimento de hospitais prestadores de serviço, desvalorização dos profissionais da saúde”, destacou o vereador Dr. Victor Rocha

Victor Rocha também defendeu a manutenção das farmácias nas Unidades de Pronto-atendimento e a manutenção das escalas de plantões noturnos dos clínicos gerais, pediatras, enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativos nas unidades de saúde. “Atuamos junto com o sindicato dos médicos e com o Conselho Municipal de Saúde, pois a readequação sugerida pela Sesau iria prejudicar o atendimento da população que mais precisa”.

O fechamento dos serviços oferecidos pelos hospitais, São Julião e Santa Casa também foi pauta de defesa do vereador Dr. Victor Rocha. “A cada renovação dos contratos com os hospitais prestadores de serviço, a população sofre com a possibilidade de suspensão dos serviços oferecidos. É necessária a discussão com cada prestador de serviços sobre o que poderia ser ampliado em serviços para atender a população e também a correção do financiamento dos hospitais, com ampliação do financiamento Federal, Estadual e Municipal com valores adequados”, pontuou.

A valorização dos profissionais da saúde é outra pauta constante do parlamentar progressista. “Defendemos a implementação da Insalubridade aos profissionais de saúde, inclusive aos Agentes Comunitários de Saúde, bem como a implementação dos Planos de Cargos e Carreiras aos Profissionais e melhoria das condições de trabalho, para retenção dos profissionais de qualidade”, concluiu Victor Rocha

Dr. Victor Rocha lembrou que a cada semana há uma reclamação por conta da Saúde Pública em Campo Grande. “É a constante falta de medicamentos, que a Sesau insiste em dizer que só faltam alguns na lista do Remume (Relação Municipal de Medicamentos Essenciais), mas são justamente esses que a população mais precisa. Ontem estive na Unidade de Saúde do Tarumã e faltava até paracetamol, remédios para controlar pressão e diabetes, psicotrópicos. Na semana passada tivemos que intervir, junto ao Sindicato dos Médicos e o Conselho Municipal de Saúde sobre o corte nas escalas dos pediatras, clínicos gerais, enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativos, que a Sesau estava propondo como forma de ‘readequação’. Agora essa questão da Ala de Psiquiatria da Santa Casa, apresentando como solução a antiga maternidade da Moreninha, que há anos tenta reativar novos serviços de saúde no local, porém sem sucesso. O fechamento do Serviço de Psiquiatria na Santa Casa é mais um dos motivos que retrata a falta de gestão na Saúde Pública da Capital”, finalizou o presidente da Comissão de Saúde.

Casa Rosa de Campo Grande para o Brasil – A Casa Rosa, projeto do vereador Dr. Victor Rocha que que zerou as filas de espera por consulta em mastologia e de biópsias de mama do Sistema Único de Saúde (SUS) em Campo Grande.

A Casa Rosa foi inaugurada em 11 de novembro de 2021, foi idealizada pelo vereador e médico mastologista Dr. Victor Rocha, com o intuito de oferecer consulta integrada e resolutiva na prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

Os resultados positivos do projeto que já salvou a vida de 106 mulheres que foram diagnosticadas com câncer de mama e encaminhadas para o devido tratamento, levou a Casa Rosa para Brasília em reunião no Ministério da Saúde e no CONASEMS – Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

Na Casa Rosa, foram realizados 5426 atendimentos (entre primeira consultas e retornos); 974 mamografias; 1896 ultrassonografias e 850 biópsias. Sendo 106 mulheres foram diagnosticadas com câncer de mama e encaminhadas para o devido tratamento.

“Temos cumprido nossa missão de salvar vidas através da Casa Rosa. E saber que esse projeto que nasceu aqui em Campo Grande poder ser replicado em território nacional é uma satisfação, como médico e como parlamentar, pois mais vidas serão saltas”, finalizou Dr. Victor Rocha.

Assessoria de Imprensa do Vereador
Foto: Izaias Medeiros