sábado, 2/03/2024

Febre maculosa tem fácil tratamento mas diagnóstico precisa ser precoce

Febre maculosa tem fácil tratamento mas diagnóstico precisa ser precoce

Os casos recentes de óbitos em decorrência da febre maculosa na cidade de Campinas (SP) levantou alerta as autoridades de saúde, e também preocupou a população de todo Brasil. 

A doença é comumente transmitida pelo carrapato estrela – presente em animais de grande porte como cavalos e capivaras. Estima-se que pelo menos 5% dos carrapatos presentes na natureza possam transmitir a febre maculosa. 

A nova edição do  Perspectiva ouviu um especialista no assunto, o professor doutor e médico reumatologista Isaías Costas, da Universidade Federal da Mato Grosso do Sul (UFMS). Entre as principais preocupações do profissional está a subnotificação de casos por conta da falta de diagnóstico adequado da doença na rede de saúde.

Confira o programa na íntegra: