Campo Grande-MS
segunda-feira, 15/07/2024
Dia de Conscientização de Proteção ao Ciclista é comemorado na tribuna

O Dia Estadual de Conscientização e Proteção ao Ciclista, instituído pela Lei Estadual 5.683/2021, de autoria do deputado Renato Câmara (MDB), foi comemorado na tribuna pela cirurgiã plástica e presidente do Instituto Emauelle, Andreia Aleixo, em discurso que visou promover reflexões sobre os benefícios do esporte, a necessidade de empatia no trânsito e como transformar o luto em luta.

A legislação foi proposta em memória de Emanuelle Aleixo Gorski, filha de Andreia, que faleceu após ser atropelada enquanto andava de bicicleta próximo ao Parque dos Poderes, em Campo Grande. Além disso, a lei, que firma o Dia Estadual a ser comemorado anualmente em 10 de março, visa fomentar políticas públicas para a mobilidade sustentável e segurança de ciclistas no trânsito, motivando soluções inovadoras de gestão pública, incentivando o uso da bicicleta como meio de transporte, de esporte e lazer, além de sensibilizar a sociedade para os benefícios da prática – saiba mais aqui.

A convite de Renato Câmara, Andreia ainda falou sobre missão de vida. “A gente só passa pela jornada depois de alguns calos. Nada acontece por acaso. Cumprimos nossa missão e morremos. Somos finitos, nossa inteligência é finita. Vamos usar nossa inteligência para impactar milhares de vidas. Confiando em Deus, a gente autoriza que sejamos utilizados como instrumentos para sermos nossas melhores versões todos os dias. O que eu teria feito se eu soubesse que minha filha estaria, aos 21 anos, tão longe de mim materialmente? Ela, seguramente, cumpriu sua missão”, disse a médica, emocionada.

Mesmo com  a dor da perda, ela chamou atenção para os benefícios que o esporte proporciona. “Cinco minutos antes de falecer ela postou a gratidão pelo convite das amigas por programas saudáveis. Quero chamar atenção para o altruísmo, para o ciclismo, para essa joia que é ter um governo nas mãos para beneficiar vidas com o incentivo ao esporte. Queremos mais empatia no trânsito, para que mais famílias não passem o que eu passei com a Emanuelle”, ressaltou.

O deputado Renato Câmara agradeceu a visita. “Quero de público enaltecer o seu trabalho, que usou um fato trágico em sua família e transformou essa fatalidade em uma bandeira que muitos outros sul-mato-grossenses anseiam, que é a melhoria da proteção do ciclista. Essa discussão é muito pertinente, quero parabenizar suas ações, como o Movimento Bike Viva,  acompanho seu trabalho de conscientização, em vários lugares do estado. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul está sempre aberta a essa discussão e diálogo”, finalizou.