quinta-feira, 25/04/2024
Deputada propõe comissão na AL para debater falta de água nas aldeias

Diante do problema crônico de falta de água tratada nas aldeias Jaguapiru e Bororó, em Dourados, a deputada estadual Lia Nogueira (PSDB) propôs, nesta quinta-feira (16),  a criação de uma comissão para acompanhar o desempenho do grupo de trabalho criado pelo Governo do Estadoe a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), com participação do DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena), para avaliar a situação e apresentar soluções.

Durante sessão ordinária, na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul (ALEMS), a deputada enfatizou a importância desse acompanhamento, por parte dos parlamentares, para que se tenha uma resposta emergencial e efetiva devido a gravidade da questão que afeta principalmente os índios da etnia Guarani e Kaiowá,

“Não basta tocarmos na ferida, precisamos curar! Somos um Estado conhecido por termos a maior aldeia urbana no país, não podemos ficar conhecidos por esse descaso. Precisamos de soluções definitivas que atendam as famílias indígenas que, atualmente, vivem sem as condições mínimas de higiene”, reforçou a deputada.

Conforme Lia Nogueira, o grupo de trabalho, que se reuniu em Dourados, com participação do vice-governador Barbosinha (PP), do deputado federal Geraldo Resende (PSDB) e de representantes da Sanesul, estuda a ampliação do grupo para maior agilidade e retorno à população.  

“Com a repercussão do tema que abordei durante a última sessão, lideranças indígenas me procuraram e destacaram a dificuldade até mesmo em furar um poço.  Precisamos fazer chegar água tratada, principalmente nos fundos da aldeia Bororó, onde a situação é ainda pior. Então eu convido os amigos parlamentares para não ficarmos omissos e compor essa comissão e, assim, cuidarmos mais do nosso povo”, enfatizou..