terça-feira, 28/05/2024
<b>Direto ao Assunto</b>: Roberto Hashioka fala sobre atuação no Legislativo Estadual

O programa Direto ao Assunto da Rádio ALEMS, que vai ao ar nesta segunda-feira (27), conta com a participação do deputado estadual Roberto Hashioka (União), que vai falar sobre sua atuação no Legislativo e as principais pautas que serão defendidas na tribuna na Casa de Leis. O parlamentar que está em seu primeiro mandato, é Engenheiro Civil de formação, já foi prefeito de Nova Andradina, diretor-presidente da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agems), diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), secretário de Estado de Administração e Desburocratização e secretário de Relações Institucionais da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

Inicialmente Roberto Hashioka disse que esse é um momento diferente de sua trajetória política, pois em toda sua vida pública atuou no Poder Executivo. “Sinto que tenho muito a contribuir aqui no Legislativo com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul, tem sido uma experiência agradável, afinal estou convivendo com figuras que representam a história do Estado, além dos novos parlamentares e dos que já atuavam na Casa de Leis. É um momento gratificante, estou tendo a oportunidade de conviver e compartilhar os problemas de MS e logicamente aprendendo com cada um deles”.

Engenheiro Civil de formação e já em seu primeiro mandato, Roberto Hashioka, ocupa a função de presidente da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração da Casa de Leis. “Juntamente com os demais colegas deputados, vamos procurar contribuir da melhor forma para o nosso Estado, que está muito bem posicionado geograficamente. Nós estamos dentro do centro geométrico do Mercosul. Agora esses eixos rodoviários da Rota Bioceânica, a própria BR-163 que corta de Norte a Sul, a BR-262 que será o eixo do maior centro produtor de celulose do mundo, entre outras vias. O Mato Grosso do Sul tem a responsabilidade de proporcionar logística para tudo que está acontecendo na agricultura, pecuária, celulose e agora na região do Vale do Ivinhema uma nova indústria foi instalada e deve produzir mais quatro milhões de ovos.

Um assunto que tem sido tema de debates constantes na ALEMS foi enfatizado também pelo parlamentar durante a entrevista, a relicitação da BR-163.  Roberto Hashioka disse que ao ver a Agência Nacional de Transportes Terretres (ANTT), promovendo uma audiência para debater a principal artéria do Estado BR-163, todos acreditaram que seria discutido os 847 quilômetros da rodovia, e não somente o que recebe o nome de Rota do Pantanal. “Pressupõe-se que o trecho sul, de Campo Grande a Mundo Novo, na fronteira com o Paraná, apresenta um volume diário de veículos maior do que o trecho norte. Portanto, ao se fazer a licitação do trecho completo, pode-se reduzir o valor do pedágio”, destacou.

Para o deputado, já que a rodovia pertence ao sistema nacional de viação, seria melhor entregá-la ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para que o órgão faça a conservação e a manutenção, e o sul-mato-grossense não tenha que pagar a tarifa, assim como ocorre no Paraná, até as novas concessões acontecerem.

Roberto Hashioka ainda durante a entrevista também fala de assuntos como Assistência Social, Saúde e Habitação. A entrevista está disponível na integra no site ALEMS.