terça-feira, 28/05/2024
ALEMS celebra Dia da Sukyo Mahikari e presta homenagem póstuma a Nelson Teruya

A Sukyo Mahikari surgiu no Japão após a Segunda Guerra Mundial e teve rápida expansão em todo o mundo. Em Mato Grosso do Sul, a prática espiritual encontrou um caminho fértil e cresceu com ajuda das mãos de Nelson Teruya. Na noite desta terça-feira (28), a Assembleia Legislativa, por proposição do deputado Junior Mochi (MDB), realizou sessão solene para homenagear a instituição e seus praticantes.

“É com alegria que realizamos a primeira sessão solene do ano legislativo, em comemoração ao Dia Estadual da Sukyo Mahikari. Por meio da Lei 4.535, de 2014, foi instituído a data que comemora a filosofia da imposição da luz divina, através das mãos e procura fortalecer os homens, unindo o físico, o mental e o espiritual”, destacou Mochi.

De acordo com Teruhiro Tanno, diretor da Sede de Orientação Regional dos Estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, o Brasil é o único país que instituiu o Dia da Sukyo Mahikari em vários Estados e Munícipios. “Isso é motivo de muito orgulho, já que a data  celebra o nascimento do mestre criador da Sukyo Mahikari, Kotama Okada,  que recebeu uma revelação divina, proclamando que céu e terra são uma vibração do Espírito de Deus”, salientou Tanno.

Roberto Tarashigue Oshiro Junior, diretor regional do grupo administrativo da entidade, informou que Mato Grosso do Sul possui em torno de 1.800 praticantes. “Somos uma instituição espiritualista, que busca levar a luz e o conhecimento divino às pessoas, independentemente de religião. Uma das missões da Sukyo Mahikari é buscar a unificação de todas as religiões, para que não ocorram mais conflitos e desentendimentos, até porque Deus Pai, Criador do Universo, é um só”, disse Oshiro Junior.                

Homenagem póstuma

A organização Sukyo Mahikari define-se como um movimento global que visa promover a felicidade e o bem-estar da humanidade, bem como a paz em todo o mundo. A Mahikari transcendeu as fronteiras defendendo a filosofia de levar o indivíduo à tranquilidade físico e espiritual, por meio da chamada “verdadeira luz”.

A Mahikari marcou presença nos movimentos espirituais brasileiros graças a Nelson Teruya. Em Mato Grosso do Sul, a organização existe desde 1980. Por 37 anos, Teruya difundiu a filosofia, extrapolando os muros de sua sede, localizada no Bairro Amambaí, em Campo Grande. Ele levou a Mahikari às praças, entidades e organizações pelo interior e até mesmo fora do País.

Servidor da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), Teruya faleceu na noite do dia 20 de abril de 2021, em decorrência de complicações da Covid-19. “A Assembleia Legislativa presta homenagem a Nelson Teruya, que muito contribuiu para a expansão da luz e dos ensinamentos divinos em nosso Estado, nos Estados vizinhos e no Paraguai. Um grande amigo que dedicou a vida para salvar o próximo. Com seu forte exemplo em como dedicar a vida a Deus, nos ensina a contribuir para a concretização do plano divino”, falou Mochi.

O evento teve a apresentação do Coral dos servidores da ALEMS, que cantou as músicas Lá no Pé da Serra (Casinha Branca) e Cio da Terra.