segunda-feira, 4/03/2024

DIÁRIO DA HISTÓRIA! 28 de novembro de 1943: batismo de fogo de Mato Grosso na II guerra mundial

Pracinhas de Mato Grosso participam em 28 de novembro de 1943 da primeira batalha de Monte Castelo, na Itália, em combate ao nazifascismo.

O 9º BE Comb de Mato Grosso, reunido à 1ª Divisão de Infantaria Expedicionária, em Três Rios, (RJ) foi designado para combater na II Guerra Mundial. Esta divisão – segundo Cláudio Robba – seccionada em escalões, partiu o primeiro para a Itália a 2 de julho de 1943 e o segundo a 22 de setembro, com destino ao porto de Nápoles.

Em novembro do mesmo ano, incorporados, os dois batalhões tomaram os primeiros contatos com o inimigo, realizando o seu primeiro ataque a Monte Castelo no dia 28; a 11 e 12 de dezembro realizaram mais dois ataques a Monte Castelo, sem êxito; a 21 de fevereiro participaram ativa e eficazmente na conquista definitiva daquela fortificação, fato repetido em Castelnuovo e Montese.

Dentre os trabalhos técnicos realizados pelo Batalhão na operação de guerra destacam-se a limpeza dos campos de minas, trabalhos de estradas, destruição de um túnel em Castelacio, construção das pontes Carioca, Lages, Itajubá, Aquidauana, Cachoeira, General Dutra e ten. Muibls. Nos dias 8 e 25 de agosto de 1945 regressaram ao Brasil em dois escalões, instalando-se no antigo quartel da Escola Militar no Realengo.

Reduzido a uma Companhia de Sapadores, a 11 de fevereiro de 1946, instalou-se em seu antigo quartel de Aquidauana, que foi construído em 1923 para o 6º BE, primeira unidade que o ocupou.

FONTE:  Cláudio Robba, Aquidauana ontem e hoje, Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 1992, página 95