terça-feira, 28/05/2024
Vinculada à Semadesc, política de geração de emprego e qualificação é estratégica para desenvolvimento de MS

Ao transferir a coordenação das políticas de geração de emprego e qualificação profissional à Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), pasta responsável pela articulação do desenvolvimento econômico do Estado, a gestão Eduardo Riedel enxerga o problema com um novo olhar e possibilita a aplicação de medidas que promovam o bem-estar social de maneira consolidada, abrindo possibilidades de ganho coletivo e crescimento em todos os níveis.

O emprego deixa de ser apenas um problema social e passa a ser a solução para o desenvolvimento econômico e social, um fator de geração de riquezas para o Estado como um todo, conforme avalia o secretário da Semadesc, Jaime Verruck.

O governador Eduardo Riedel assina o decreto número 16.110 publicado na edição de quarta-feira (22) do Diário Oficial do Estado que altera o Estatuto da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul. A principal mudança é a vinculação da Fundação, que deixa de ser ligada à pasta da Assistência Social e passa a integrar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

“O Estado tem gerado muitos empregos nos últimos anos, porém o governador verificou que falta qualificação do trabalhador para zerar a fila do desemprego. Um número considerável de pessoas ainda depende dos programas sociais para sobreviver. O desafio é fazer essa integração, qualificar esse cidadão para suprir a demanda do mercado e assim promover o desenvolvimento econômico e social conjuntamente”,  disse o secretário executivo de Qualificação Profissional e Trabalho da Semadesc, Bruno Gouveia.

Secretário-executivo da Semadesc, Bruno Bastos (Foto: Divulgação)

A Semadesc tem, a partir de agora, a função de fazer o elo entre o setor privado e o setor público, ofertando qualificação ao trabalhador e oportunizando que a empresa possa preencher as vagas de trabalho com as pessoas que vivam nas proximidades.

Para tanto, o Governo do Estado, através da Semadesc, vai fazer parcerias a fim de promover ou aumentar o nível de qualificação, possibilitando que esse profissional ingresse de forma rápida no mercado de trabalho.

“Temos vários projetos, o principal é o Voucher Qualificação que pretendemos implantar, inserindo mais pessoas no mercado de trabalho”, pontuou.

Outro olhar especial será o de incentivar a abertura de vagas para pessoas com deficiência, idade avançada e para as mulheres. Sempre buscando parcerias com a iniciativa privada visando acomodar todos os públicos.

E também a requalificação dos trabalhadores já empregados, seja porque as funções mudaram e o conhecimento já não é suficiente, seja porque os processos de produção sofreram transformações e exigem atualização do profissional.

João Prestes, Comunicação Semadesc
Foto de capa: Arquivo