segunda-feira, 26/02/2024

Turismo, pesca esportiva e investimentos em infraestrutura são as prioridades da região do Pantanal

Turismo, pesca esportiva e investimentos em infraestrutura são as prioridades da região do Pantanal

Sinônimo de preservação, em consonância com o crescimento econômico, as cidades que fazem parte da região do Pantanal apresentaram nesta segunda-feira (3) as suas prioridades que devem constar no PPA (Plano Plurianual) para os próximos quatro anos. Entre elas estão o fortalecimento do turismo, reforço na segurança pública e obras de infraestrutura nas rodovias, pontes e vias urbanas.

O encontro regional que discutiu este planejamento de 2024 a 2027 aconteceu na cidade de Corumbá, no auditório da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). O evento teve a participação da população, representantes de diferentes setores e autoridades. Em pauta as demandas de Corumbá, Miranda, Aquidauana, Ladário e Anastácio.

O vice-governador Barbosinha afirmou que a participação popular neste projeto é essencial. “O PPA nada mais é do que discutir o planejamento para os próximos quatro anos. Por meio do municipalismo vamos ouvir as pessoas e saber o que elas precisam. Saber a prioridade número um de cada cidade. Um Governo que se propõe a ser próspero, inclusivo, digital e verde, tendo o desenvolvimento junto com o cuidado com o meio ambiente. Satisfação estar aqui na região do Pantanal e saber o que a população pensa para o Estado”.

Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, marcou presença

O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, disse que a população local sabe o que precisa no município, como o turismo contemplativo, pesca esportiva e outras prioridades como segurança e Infraestrutura. “Precisamos por exemplo revitalização da nossa ferrovia, para melhorar o escoamento da produção, assim como mais investimentos na nossa infraestrutura, desde rodovias, estradas, até a troca de pontes de madeira por concreto em toda região. Nossa segurança também precisa de atenção. Espero que a população participe deste processo, não podemos perder a oportunidade de opinar e participar do PPA”, ponderou.

O chefe da Casa Civil, Eduardo Rocha, destacou que é uma satisfação do Governo do Estado discutir os projetos futuros de Corumbá e toda região do Pantanal. “Discutir e ouvir de vocês o que esperam para suas cidades, muitas vezes apresentam algo que o Governo não tinha pensado, pois vivem esta realidade. Assim podemos receber as sugestões e incluir no PPA”.

Eduardo Rocha: “queremos ouvir de vocês o que esperam para suas cidades”

Principais demandas

O encontro foi a oportunidade dos gestores, representantes municipais e população apresentarem suas principais demandas ao Estado para os próximos anos. A formulação do PPA vai nortear o planejamento do Governo do Estado, que ao ouvir as pessoas, vai atender os anseios da sociedade.

Todas as propostas e indicações feitas pelas lideranças e população farão parte deste documento que além de ser uma exigência legal, vai ser um instrumento de transformação social, para trazer melhorias efetivas às pessoas.

O governador Eduardo Riedel tem como base da sua gestão a formação de um Estado inclusivo, próspero, que não deixe nenhum sul-mato-grossense para trás. Suas ações serão em parceria com as cidades, com uma gestão municipalista.

“Expectativa do PPA é conseguir tirar da população o máximo de indicadores e projetos, sempre lembrando que cada região tem suas prioridades, e assim conseguir a partir do cidadão resolver questões prioritárias, que interferem diretamente na vida das pessoas”, afirmou o secretário-executivo de Gestão Estratégica, Thaner Nogueira Castro.

Secretário-executivo de Gestão Estratégica, Thaner Nogueira Castro

Já foram realizados os encontros regionais em Dourados, Coxim, Bonito, Três Lagoas e agora em Corumbá. As discussões seguem para Naviraí e terminam em Campo Grande. Uma oportunidade única de ouvir a população e assim tornar os resultados práticos um esforço coletivo de todo Estado.

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS

Fotos: Saul Schramm

ATENÇÃO IMPRENSA: O pack com as imagens está disponível em: