quinta-feira, 23/05/2024
Secretaria de Infraestrutura reúne projetistas para alinhar estratégias do programa Estrada Viva

Profissionais de engenharia que elaboram projetos de pavimentação e revitalização de rodovias em Mato Grosso do Sul se reuniram com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo, nesta quarta-feira (1º), para alinhar estratégias do programa “Estrada Viva”, que tem por objetivo diminuir o número de atropelamentos de animais silvestres nas rodovias estaduais, protegendo a biodiversidade do Estado e garantindo a segurança das pessoas.

Reunião teve o objetivo de reduzir atropelamentos nas rodovias estaduais

No encontro, os projetistas receberam cópia do “Manual de orientações técnicas para mitigação de colisões veiculares com a fauna silvestre nas rodovias de Mato Grosso do Sul”, que foi elaborado pelo Governo do Estado em parceria com ONGs (Organizações Não-Governamentais) ambientais. O documento é utilizado como base na contratação de projetos viários para que novas obras tenham dispositivos de segurança para os bichos.

Peluffo: “todos os projetos executados dentro do Governo do Estado têm que respeitar esse manual”

“Por ordem do governador Eduardo Riedel, todos os projetos executados dentro do Governo do Estado têm que respeitar esse manual. Proteger a vida silvestre de atropelamentos é muito importante, assim como dar segurança às pessoas que transitam pelas rodovias. Faz parte do plano de governo os investimentos na infraestrutura de Mato Grosso do Sul, mas também no cuidado com a vida silvestre. Mato Grosso do Sul é um símbolo no Brasil quando se trata de fauna, flora e meio ambiente”, destacou Peluffo.

Segundo a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), diversas obras de pavimentação de rodovias pelo Estado já utilizam as diretrizes do manual de orientações técnicas. Entre elas, as obras da MS-345 (Estrada do 21), da MS-382 (Baía das Garças) e da Rodovia do Turismo, todas em Bonito.

ATENÇÃO IMPRENSA: pool de imagens e sonora disponível clicando aqui.

Bruno Chaves, Comunicação Seilog/Agesul
Foto: Chico Ribeiro