domingo, 16/06/2024
SAS realiza Mobilização de enfretamento no Dia Mundial contra o trabalho infantil

Campo Grande, 13/06/2023 às 14:14

Para marcar o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, comemorado oficialmente em 12 de junho, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), realizou nesta segunda-feira (12), as ações de conscientização e enfrentamento ao trabalho de crianças e adolescentes através do Programa de Ações de Erradicação do Trabalho Infantil – AEPETI. As equipes da Rede de Proteção Social Especial de Média Complexidade percorreram a região central da capital realizando abordagens, panfletagens no comércio e semáforo.

Segundo a gerente da Proteção Social Especial de Média Complexidade, Mayza Reis, o foco é sensibilizar a sociedade sobre a necessidade de intensificar as estratégias e cuidados voltados para a erradicação do trabalho infantil. “As nossas ações são contínuas, porém, na ocasião estamos intensificando as atividades para reforçar a importância da realização de campanhas que mobilizem a sociedade a refletir sobre a prevenção dos direitos da criança e do adolescente”, pontuou.

A comerciante que atua na região central da capital, Marcia Aparecida Santos, considerou de extrema importância a mobilização. “Eu fico aqui no centro e já vi de tudo, pais que induzem os seus filhos a venderem doce no semáforo era o que mais tinha. Hoje, graças a mobilizações como estas, não se vê crianças trabalhando”, afirmou Márcia.

Dona Cleuza Maria da Silva, de 57 anos, enquanto conversava com equipe, relembrou a infância na zona rural, onde foi privada do direito de estudar para trabalhar, ela enfatiza que apoia todas as iniciativas de combate ao trabalho infantil. “Criança tem que ir para escola, não podemos aceitar o trabalho infantil. Eu sou prova disso, não tive oportunidade de estudar porque trabalhei na roça desde muito cedo. Hoje carrego as consequências”, revelou a dona de casa.

Com o objetivo de proteger as crianças e adolescente da exploração do trabalho infantil, a SAS continuará realizando durante toda semana ações que priorizam o enfrentamento e prevenção dos direitos de crianças e adolescentes com idade inferior a 16 anos. Na próxima quarta-feira (14), haverá mobilizações nos 8 terminais de integração, em horário de fluxo comercial e escolar, as equipes continuarão realizando abordagens, entrega de panfletos e encartes com orientações.

Além disso, durante o mês de junho serão realizadas oficinas de conscientização nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e escolas do município, onde o público-alvo serão as famílias contempladas pelo programa Bolsa Família, grupos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e alunos do 2º e 4º ano do Ensino Fundamental.

O secretário de Assistência Social, José Mário Antunes, participou da ação e ressalta a relevância de fazer com que a sociedade entenda que a criança precisa viver cada fase sem pular etapas. “O nosso dever é combater e erradicar o trabalho infantil em toda sua esfera. A criança tem que estudar, brincar e sonhar para que seu autodesenvolvimento, não seja prejudicado, se isso não ocorrer a criança ou o adolescente têm seus direitos violados e consequentemente terá prejuízos em outras fases da vida.

 

Denúncias

As denúncias podem ser feitas através do Disque 100.