sábado, 2/03/2024

Região de Naviraí registra queda de 50% dos crimes de roubo nos primeiros sete meses do ano

Região de Naviraí registra queda de 50% dos crimes de roubo nos primeiros sete meses do ano

A Regional de Naviraí, que compreende as cidades de Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Mundo Novo e Naviraí, com uma população de mais de 120 mil habitantes, registrou uma redução de -50% nos crimes de roubo entre os meses de janeiro e julho deste ano em comparação com 2022. O roubo de veículos apresentou a maior redução, com queda de 34 casos no ano passado, para 10 este ano (-70,6%). Já os crimes de furto em residências, redução de 224 para 177 (21,0%).

Esta tendência de queda nos índices criminais monitorados pela Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), foi identificada em todo o Estado. Os municípios de Eldorado, Iguatemi e Japorã não tiveram qualquer registro de roubo este ano. Já os furtos à residência apontaram queda de -14,7%, em Eldorado e de -41,7% em Iguatemi, entre os anos de 2022 e 2023.

Naviraí teve queda de -46% nos crimes de roubo e de -60% no furto de veículos, com 75 registros em 2022 para 30 este ano.

Mundo Novo apontou redução -46,2% nos registros de roubo, com 39 ocorrências no ano passado para 21 este ano. Já os furtos foram de 141 registros em 2022 para 93, este ano (-34,0%).

Conforme o delegado regional da Polícia Civil em Naviraí, Thiago José Passos da Silva , um fator preponderante para a redução dos índices criminais na região foi a adoção de inteligência policial para subsidiar as ações preventivas e repressivas desencadeados pela Polícia Civil, que foram direcionadas ao combate contra crimes violentos, patrimoniais e crimes dolosos contra a vida.

“Essas ações culminaram com a prisão de quadrilhas especializadas em roubos de veículos, reduzindo consideravelmente a incidência dessa modalidade criminosa na região”, destacou.

O segundo fator foi a integração entres as forças de segurança pública na troca de informações e planejamento estratégico de operações policiais ostensivas na região de fronteira. “Destaco a gestão em segurança pública da Sejusp, fornecendo todos os meios materiais e humanos necessários para o combate à criminalidade na região”, finaliza.

Para o tenente-coronel João Paulo, responsável pelo comando da região, entre os itens que colaboraram para que a redução na criminalidade seja tão abrangente está a realização de ações integradas junto à Polícia Civil que vem sendo realizada desde 2022.

“Foi estrutura um grupo de trabalho visando a diminuição de furtos e roubos de veículos, identificando os criminosos que cometiam esse tipo de crime e dando continuidade na elucidação de alguns que estavam pendentes de resolução em razão da pandemia. Então, o principal fator aqui foi este trabalho conjunto das duas forças, além do aumento no policiamento, principalmente, na região de Naviraí e Mundo novo, com uma nova escala de serviço e utilizando o policiamento da Operação Hórus no perímetro urbano, especialmente, para resolução imediata dos delitos locais e que deram grande resultado na redução da sensação da criminalidade”, aponta.

“Conseguimos identificar, ainda, os principais horários de roubos e furtos de veículos. Assim destacamos o efetivo a fim de reforçar as ações nesses horários mais críticos. E isso foi possível graças ao apoio do comando e também da Sejusp. Chegamos ao ponto de em Naviraí, no período de um mês, não ter nenhum veículo furtado ou roubado. Algo que não acontecia desde 2013”, comemora.

Cadu Orácio, Comunicação Sejusp
Foto: Divulgação Sejusp