segunda-feira, 4/03/2024

Rede E assina parceria com EBC e programação local ganha mais 32 cidades

Rede E assina parceria com EBC e programação local ganha mais 32 cidades

A Rede E acaba de garantir a expansão da programação local da TV Educativa e a partir da primeira semana de agosto passa a atender 90% de Mato Grosso do Sul. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da Fertel (Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa do Mato Grosso do Sul), Elias Mendes, que cumpre agenda em Brasília (DF).

De acordo com o presidente, a meta inicial proposta em contrato de gestão com o governo do Estado era atender pelo menos mais 13 cidades até o fim deste ano. “Conseguimos adiantar e aumentar este número de uma forma bastante surpreendente, com a programação local disponível para 32 novas cidades do Estado, o que pra gente é uma grande conquista”, afirmou.

Acompanhado do diretor da TV Educativa, Carlos Filho, e do diretor comercial Felipe Azambuja Gomes, Elias reuniu-se na tarde desta terça-feira (18) na EBC (Empresa Brasileira de Comunicação) onde assinou junto ao diretor-presidente, Helio Marcos Prates Doyle, e o diretor-geral, Jeansley Charlles de Lima, o acordo de cooperação para a expansão do sinal para a adoção de ações conjuntas visando a implantação, operação e a retransmissão de serviços de radiodifusão de sons e imagens de canais consignados à EBC.

As cidades contempladas com a expansão do sinal são Água Clara, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Aral Moreira, Antônio João, Bataguassu, Batayporã, Brasilândia, Camapuã, Caracol, Cassilândia, Corguinho, Costa Rica, Eldorado, Iguatemi, Inocência, Itaquiraí, Ivinhema, Jateí, Ladário, Mundo Novo, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Paranhos, Porto Murtinho, Rio Negro, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas Selvíria, Sonora e Tacuru.

A diretoria da Rede E também cumpriu agenda com o secretário Executivo da Secretaria de Comunicação Social, Ricardo Zamora. “Viemos estreitar nossos laços. Essa é uma agenda de aproximação que a Fertel tem desempenhado em busca de trazer mídias federais também para o nosso espaço”, afirmou Elias.

Para o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Pedro Caravina, a parceria vai beneficiar milhares de sul-mato-grossenses, que poderão assistir à programação da emissora pública.

“A expansão do sinal da Rede Educativa reforça o compromisso do Governo Estado, através da Fertel de levar aos municípios uma programação de qualidade, com educação, informação e entretenimento, com conteúdos que valorizam a identidade do nosso Mato Grosso do Sul. ”

Programação local

Atualmente, a Rede E tem trabalhado em busca de aumentar sua grade de programas locais. Diariamente, a equipe de jornalismo e produção trabalha para atender às demandas de notícias regionais com reportagens locais e espaços reservados para atender ao poder Executivo Estadual, de forma a tornar públicos, os serviços de interesse da população, além de seguir a linha editorial voltada para o público de forma educativa, contemplando assuntos como cultura, educação, saúde, esporte, agronegócio, economia e outros.

Em parceria com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito), com a Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa e a Cultura) e a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), a Rede E dispõe do programa Tá na Rua, com assuntos relacionados ao trânsito do Estado.

Além disso, a Rede E tem produzido programas como o Agro Educativa, com foco no agronegócio, o Giro do Esporte, programa diário sobre o cenário esportivo local, o Expedição MS, que leva o turismo e a história do Mato Grosso do Sul e o programa Cidades em Ação, que abre a oportunidade aos municípios do interior para falar sobre suas ações.

A transmissão das sessões ordinárias na Câmara Municipal de Campo Grande, às quintas-feiras, também é feita pelo canal 4,2 da Rede E.

Vivianne Nunes, Rede E

Foto: Álvaro Rezende