segunda-feira, 22/04/2024

Campo Grande, 29/03/2023 às 08:06

As festividades de páscoa devem movimentar a economia de Campo Grande. A expectativa é que mais de R$ 90 milhões sejam injetados entre presentes e comemorações, segundo pesquisa de intenção de compras realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio MS (IPF-MS) e o Sebrae MS.

O consumidor deve se reunir com a família, presentear com os tradicionais ovos de chocolate e o peixe também deverá ser servido nas comemorações. Somente com presentes os campo-grandenses devem colocar na economia R$ 42.252,486, já as comemorações devem R$ injetar mais 48.672,148.

O gasto médio com presentes deve girar em torno de R$ 150,11, enquanto que o gasto médio com comemorações R$ 175,22.

A produtora de ovos caseiros Jéssica Nayara, da Dulce Morena Doces, está esperançosa com as vendas. “A Páscoa é uma das datas em que as docerias mais vendem. As encomendas estão ótimas tanto para lembrancinhas quanto para os demais produtos como ovos de Páscoa tradicionais e os trufados”, diz.

O secretário municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio Adelaido Vila, salienta a importância da data para quem quer empreender. “A páscoa é uma das datas mais importantes do varejo, é momento de confraternização para a família e troca de presentes. Por isso, nós enquanto Secretaria promovemos no último fim de semana uma oficina de Ovos de Páscoa no Todos em Ação para quem quer empreender aproveitando o momento festivo”, explica.

Moradora do Bairro Vespasiano Martins, Patrícia Matos da Silva, participou da oficina. “Eu trabalho com cesta de café da manhã, cestas de E.V.A. eu vim fazer o curso para agregar mais elementos personalizados na minha cesta. Eu faço coisas únicas. Este curso é algo que eu achei importante para melhorar o meu negócio”, diz.

Quem já é do ramo conta que a data é realmente importante e deve ser planejada para faturar mais. A proprietária da empresa Cheiro de Doce, Fernanda Alves, diz que a Páscoa já começou para ela. “A gente trabalha desde a pré-Páscoa vendendo ovos e kits de degustação de vários sabores e a procura está grande, acredito que a tendência é aumentar neste fim de mês até o dia 10 de abril”, conclui.

Em Campo Grande 59,38% dos entrevistados disseram que vão presentear a família e 58,59% vão comemorar a festividade. Para 34,94% dos que vão comemorar não pode faltar peixe, 16,53% carne pro churrasco, 13,30% cerveja, 11,90% chipa e sopa paraguaia, 9,13% doces. Verduras, vinho, colomba pascoal e outros foram citados por 14,19% dos entrevistados.