quinta-feira, 23/05/2024
Parceria com empresários vai garantir mais adubo para agricultura familiar

Campo Grande, 09/03/2023 às 16:19

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio, firmou dois termos de Cooperação com as empresas Sementes Boi Gordo Ltda. e Manejo Indústria, Comércio, Importação e Exportação Ltda. As iniciativas vão garantir adubo para a agricultura familiar ao longo dos próximos dois anos.

Por semana, a estimativa é que as empresas doem 8 toneladas de material não curtido que será transformado em adubo. Já de material semi-pronto, a doação estimada é de um caminhão caçamba por mês.

Daniel de Oliveira Martins, da Semente Manejo, comentou que a parceria entre as empresas e a Prefeitura de Campo Grande, da qual eles fazem parte, tem muita importância dentro do âmbito ambiental e social. “Ao transformar os resíduos orgânicos em adubo, diminui-se a quantidade de resíduos que vão para aterros sanitários ou lixões, contribuindo para a redução do impacto ambiental”, disse.

Com as doações, a Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio estimula a produção de adubo orgânico no município, que posteriormente é disponibilizado à agricultura familiar e aos pequenos produtores locais.

Para se ter uma ideia da importância desta ação, no ano passado a Divisão de Regularização Fundiária, Associativismo e Cooperativismo, que é um braço da Superintendência de Fomento ao Agronegócio, doou 60 toneladas. Já a Divisão de Insumos e Produtos para o Agronegócio entregou 172 toneladas de adubos.

Essa cooperação vai fomentar ainda mais este trabalho realizado junto aos pequenos produtores e vai garantir ainda sustentabilidade. “É oportuno a gente dizer que o material doado, no seu estado primitivo, não tem valor econômico atribuído, sendo normalmente objeto de descarte pelas empresas que trabalham com a produção e comércio de sementes. Então a gente faz essa conexão, fecha a cadeia produtiva, dando destino correto a esse resíduo e levando mais possibilidade de crescimento para os nossos agricultores”, disse Adelaido Vila, secretário municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio.

As doações realizadas pelas empresas terão caráter gratuito, sem ônus ou encargos ao município, não havendo transferência de recursos financeiros entre as partes envolvidas.

Os termos de cooperação foram publicados no Diário Oficial desta quarta-feira (8).

Vantagens do uso do adubo orgânico:

• Reciclagem de nutrientes → os resíduos orgânicos contêm nutrientes importantes para o crescimento das plantas, como nitrogênio, fósforo e potássio. Ao transformar esses resíduos em adubo, os nutrientes são reciclados e reintroduzidos no solo, favorecendo o desenvolvimento das plantas.

• Redução do uso de fertilizantes químicos →a utilização de adubos orgânicos pode reduzir a dependência de fertilizantes químicos, que muitas vezes têm impactos negativos no meio ambiente e na saúde humana.

• Melhoria da qualidade do solo → ao utilizar adubos orgânicos, a qualidade do solo é melhorada, tornando-o mais fértil e saudável, o que pode aumentar a produtividade das plantas.

• Economia de recursos → a produção de adubos orgânicos a partir de resíduos orgânicos é uma forma econômica e sustentável de obter fertilizantes, já que evita a extração de recursos naturais para produção de fertilizantes químicos.

 

*Matéria editada às 16h52 para correção de dado: 172 toneladas.