sexta-feira, 23/02/2024

“No trânsito, escolha a Vida” é tema da campanha Maio Amarelo edição 2023

“No trânsito, escolha a Vida” é tema da campanha Maio Amarelo edição 2023

Campo Grande, 02/05/2023 às 15:15

A Prefeitura de Campo Grande lançou nesta terça-feira (2) o calendário de atividades em alusão a Campanha Maio Amarelo. Com o tema neste ano “No trânsito, escolha a vida”, o movimento internacional foi criado com a finalidade de conscientizar e prevenir acidentes de trânsito. A ação teve largada no início da manhã no semáforo do cruzamento da Rua Pestalozzi com Avenida Ricardo Brandão, esquina da Câmara Municipal de Campo Grande.

A campanha organizada pela Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) promove neste mês, uma série de palestras e apresentações teatrais em escolas municipais, Unidades de Pronto Atendimento (UPA), igrejas, instituições públicas e privadas, unidades de saúde, entre outros, com objetivo de chamar a atenção da população sobre a segurança viária. A ação faz parte de um movimento entre vários países coordenado por poderes públicos e sociedade civil.

“Esse movimento é de caráter internacional e em 2023 completa-se 10 anos de campanha, com objetivo de que a população seja corresponsável por um trânsito mais seguro. Um tráfego organizado não se faz somente com agentes institucionais e educadores do setor. É importante que a população seja estimulada a pensar que ela também faz parte dessa rede de autocuidado, e que assim, o trânsito se torne mais seguro”, explica Ivanise Rotta, gerente de Educação no Trânsito da Agetran.

Hoje, na abertura da campanha de 2023, agentes de trânsito de vários órgãos fizeram abordagens educativas com motoristas que seguiam o fluxo do trânsito no período das 07h30 a 8h30, e também, com os cidadãos civis da sociedade. Servidores desses órgãos responsáveis entregavam para os motoristas as revistas da Coquetel (parceira educativa da ação) com caça-palavras, palavras cruzadas e outros jogos, todos com temas e conteúdos direcionados às leis de trânsito, infrações, regras, direitos e deveres dos condutores.

Ivanise Rotta informa que no ano de 2011, também, no mês de maio, a Organização das Nações Unidas (ONU) convocou todos os países a darem início aos trabalhos e campanhas com o objetivo de que no período de 10 anos houvesse a redução em até 50% do número de mortes por causa do trânsito. Campo Grande avançou significativamente com redução em 46% do número de vítimas de trânsito no período de 2011 a 2020.

“Temos que levar em consideração que no mesmo período, houve aumento no número de habitantes e da frota em Campo Grande, então, ainda assim reduzir em quase 50% o número de vítimas no trânsito, é um grande avanço sim, do qual levamos muito em consideração os resultados de nossas campanhas e ações conjuntas de conscientização com toda a comunidade”, completa a gerente de Educação no Trânsito da Agetran.

Para o diretor-presidente da Agetran, Janine de Lima Bruno, as ações de conscientização são muito importantes para exercer no cidadão atos de reflexão para a cidadania. Janine ainda acrescenta que a manutenção da infraestrutura de ruas e vias são primordiais para complementar a segurança no trânsito. “Estamos trabalhando sempre com nossas engenharias, reformulando constantemente as rotatórias para descongestionar o trânsito e fazendo implantações de sinalizações verticais e horizontais, redutores de velocidade e toda uma infraestrutura que garanta a segurança dos munícipes”.

A ação é uma iniciativa da Prefeitura de Campo Grande, em parceria com instituições do Grupo de Gestão Integrada do Trânsito (GGIT), que tem como trabalho em conjunto mais de 30 entidades como a Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana, Detran, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Secretarias de Educação, Segurança Pública, ONGs, empresas privadas, Poder Legislativo Municipal e imprensa. Após a entrega do material educativo no entorno da Câmara Municipal, a Campanha em alusão ao Maio Amarela foi oficializada na Casa de Leis da Capital, antes da Sessão Ordinária desta terça-feira.