segunda-feira, 26/02/2024

Mais Social: de fraldas a leite, beneficiárias apontam programa como essencial para o básico do dia a dia

Mais Social: de fraldas a leite, beneficiárias apontam programa como essencial para o básico do dia a dia

Aos 22 anos, mãe de três filhos, com dois meses, 1 ano e 9 meses e 3 anos, Mariane Oliveira, moradora do Jardim Noroeste, em Campo Grande, vê no programa Mais Social um apoio fundamental no seu dia a dia. “Compro para minhas crianças. Leite e fralda. É o que me ajuda a vencer o mês”, revelou a dona de casa durante a reunião socioassistencial, realizada em seu bairro nesta semana.

Casada, Mariane também aponta o programa como uma renda que complementa o salário obtido por seu esposo. “Com o salário do meu marido e o Mais Social vamos comprando as coisas. Tem que pesquisar. Eu uso direitinho e é muito bom”, explica.

Levantamento da Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos), que gerencia o Mais Social, aponta que dentre os beneficiários do programa, 93% são mulheres, donas de casa, em sua maioria. Mais de 54 mil pessoas no estado recebem o benefício.

Assim como Mariane, Tatiane Cardoso, 24 anos, tem no Mais Social uma segurança para garantir a alimentação de seu bebê de seis meses. “Moramos nós quatro. Meu marido, meu outro filho eu e o bebê. A prioridade é comida para as crianças. Eles sempre pedem alguma coisa”, conta.

Previstas em lei, as reuniões socioassistenciais acontecem de forma permanente nos 79 municípios do estado. O momento é aproveitado pelos técnicos do programa para repassarem informações e tirarem dúvidas dos beneficiários, dentre outros pontos.

Titular da Sead, a secretária Patrícia Cozzolino, aproveitou a reunião dessa semana no Jardim Noroeste para conversar com os beneficiários da região. A secretária reforçou a necessidade da boa utilização do cartão e também incentivou os beneficiários a pesquisarem sempre antes de realizarem suas compras.

A secretária também esclareceu aos beneficiários dúvidas em relação aos demais programas do Governo do Estado, como o Cuidar de Quem Cuida e o Energia Social.

Dona Maria Oliveira, 60 anos, também deu seu depoimento durante a reunião: “O Mais Social ajuda muito minha família”.

Mais Social

O Mais Social é um auxílio financeiro do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e tem por objetivo de prestar atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional, bem como promover a inclusão social e acesso às demais ações de políticas públicas.

O beneficiário recebe um auxílio financeiro no valor de R$ 300,00, creditado no cartão próprio, para aquisição de gêneros alimentícios e produtos de higiene pessoal, sendo proibida a aquisição de bebida alcoólica, produtos à base de tabaco ou outros indicados no regulamento, sob pena de exclusão do beneficiário do Programa. O cartão é de uso pessoal e intransferível.

Leomar Alves Rosa, Comunicação Sead
Fotos: Monique Alves