sábado, 15/06/2024
Judô de Mato Grosso do Sul passa a ter tatames iguais aos usados nas Olimpíadas

O judô de Mato Grosso do Sul passa a contar com tatames de padrão internacional, usados em eventos como os Jogos Olímpicos e etapas do Circuito Mundial. As peças foram adquiridas por meio de emenda parlamentar do deputado federal Dagoberto Nogueira, no valor de R$ 137 mil, repassado pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) em convênio junto à FJMS (Federação de Judô de Mato Grosso do Sul).

A grande novidade foi anunciada no último fim de semana, durante a realização do Torneio Início Estadual, no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão), em Campo Grande, evento que abriu a temporada do judô no Estado.

Novidade foi apresentada na abertura do Torneio Início

Ao todo, são 104 peças, que vão cobrir duas áreas oficiais completas de luta. O novo revestimento proporciona alta performance nos treinos e competições, além de prevenir lesões.

“Hoje, o judô sul-mato-grossense é uma referência nacional, com excelência de gestão, na formação e desenvolvimento de atletas. É um novo capítulo para a modalidade em Mato Grosso do Sul, que vai permitir a alta performance técnica dos nossos atletas”, enfatiza o secretário de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania, Marcelo Miranda.

Cores dos tatames também seguem o padrão internacional

Para o diretor-presidente da Fundesporte, Herculano Borges, Mato Grosso do Sul agora faz parte de um grupo seleto no país.

“É um material de alto nível, que coloca os atletas sul-mato-grossenses em pé de igualdade com os judocas de outros estados. Poucos estados no Brasil contam com essa tecnologia, que oferece mais segurança as atletas, melhora a movimentação e desempenho técnico nas lutas”.

“É uma honra poder contribuir com o desenvolvimento do esporte em Mato Grosso do Sul, em especial do judô, modalidade da qual já fui atleta e disputei muitas competições. O esporte é saúde, ensina, transforma vidas e fico muito feliz em ajudar”, afirma o deputado Dagoberto Nogueira.

Os tatames adquiridos são certificados pela Federação Internacional de Judô (IJF, na sigla em inglês) e possuem revestimento sintético de espuma de grânulos de poliuretano, com alta densidade recoberta com lona de vinil. As peças são impermeáveis, laváveis e a superfície é texturizada para garantir aderência.

Lucas Castro, Comunicação Fundesporte
Fotos: Lucas Castro