quinta-feira, 25/04/2024

Em seu comentário de hoje (3) no programa do B. de Paula na FM Difusora, o ex-deputado e jornalista Sergio Cruz condenou o discurso racista de vereador Sandro Fantiel (foto) de Caxias do Sul, contendo apologia do trabalho análogo à escravidão em vnícolas gaúchas. Sergio Cruz, após recriminar o comportamento do vereador lembrou que a manifestação “copia o lado mais obscuro do populismo autoritário, que continua ameaçando a teimosa e frágil democracia brasileia”.

Na íntegra, o comentário do jornalista campograndense:

“Esta semana apresenta como saldo negativo o escândalo da denúncia de escravidão branca contra três vinícolas brasileiras, localizadas no Rio Grande do Sul.

Trabalhadores erm levados da Bahia e humilhados em Bento Gonçalves, submetidos a mau tratos físicos e achaques morais, vítimas de preconceito racial.

A maior gravidade neste episódio nojento é que este tipo de comportamento imoral e criminoso encontra apoiadores.

Vereador nazistoide de Caxias do Sul, bolsonarista assumido, armamentista empedernodp, o Sandro Fantinel subiu à tribuna da Câmara para fazer a apologia da escravidão branca e desopilar sobre o povo baiano todo o seu racismo tóxico. Pela mrdiocridade do político, não esperava que se discurso repelente tivesse o poder de provocar a ojeriza nacional.

É bom lembrar que o discurso de ódio do vereador gaúcho copia o lado mais obscuro do populismo autoritário que continua ameaçando a teimosa e frágil democracia brasileira”.

Veja o vídeo in vino veritas sergio cruz – YouTube