quarta-feira, 21/02/2024

Governo ressalta papel da Embrapa Gado de Corte nas pesquisa agropecuárias em MS

Governo ressalta papel da Embrapa Gado de Corte nas pesquisa agropecuárias em MS

“A Dinapec tem tudo para se tornar o evento da pecuária brasileira, tamanha a representatividade da pesquisa da Embrapa Gado de Corte”. A afirmação foi feita pelo secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jaime Verruck, representando o governador Eduardo Riedel, durante o lançamento hoje (01) da Dinapec, que é uma feira tecnológica bianual, que visa transferir as principais tecnologias geradas pela Embrapa e parceiros.

O evento que acontece nos dias 22 e 23 de março, e permitirá ao visitante o contato direto com pesquisadores e técnicos da Empresa. A feira pretende promover a troca de conhecimentos e saberes que servirão para produtores rurais e técnicos promoverem inovações e melhorias no sistema produtivo. O lançamento que ocorreu na sede da Famasul, contou com a presença do secretário Jaime Verruck, do chefe-geral da Embrapa Gado e Corte, Antônio do Nascimento Ferreira Rosa, o presidente da Famasul, Marcelo Bertoni e o senador da República Nelsinho Trad. Os secretários-executivos de Ciência e Tecnologia, Ricardo Senna, e do Desenvolvimento Econômico, Rogério Beretta,  também participaram do evento. Além de autoridades, presidentes de sindicatos rurais e produtores.

Chefe geral da Embrapa Gado de Corte Antônio Nascimento e o secretário Jaime Verruck (Foto: Geliel de Oliveira)

“Quando olhamos para tudo que a Embrapa desenvolve em Mato Grosso do Sul, notamos o que vocês já estão representando no mundo”, salientou o secretário, destacando as pesquisas da instituição, que vão desde uma infinidade de pastagens, genética bovina, manejo do rebanho, até o sistema da Integração Lavoura Pecuária Florestas (IPLF).

Secretário representou o governador no lançamento da Dinapec

“Querem saber a dimensão da Embrapa? Pergunte aos produtores. Olhem qual a espécie de pastagem que eles usam, de onde veio. Pergunte quem ensinou o sistema de manejo mais adequado, a integração lavoura pecuária e floresta, onde Mato Grosso do Sul é um líder nacional disparado nesse processo. Pergunte quem é que definiu o modelo de ILPF para aquela produção. E não é só Mato Grosso do Sul, é isso para o Brasil inteiro”, enfatizou Verruck.

O secretário reitera que as tecnologias da Embrapa, amplamente difundidas, são a maior propaganda da instituição. “A maior propaganda da Embrapa é o que está colocado dentro da produção e da produtividade brasileira, onde ela tem papel fundamental. Por isso a importância do Governo de MS em apoiar a Ciência e Tecnologia. Recentemente foi criada na Semadesc a secretária executiva de C&T, na pessoa do secretário Ricardo Senna. E nós queremos ajudar na transferência e fazer as pesquisas para aplicar os recursos nos problemas que nós temos efetivamente em Mato Grosso do Sul”, acrescentou.

O Governo do Estado levará os principais projetos voltados a melhorias no sistema produtivo da pecuária de corte, como os programas de incentivo “Precoce MS” e “Pantanal Sustentável”, assim como a análise dinamizada do CAR-MS e ainda as próximas etapas do PNEFA (Plano Nacional de Erradicação da vacina contra Febre Aftosa). As iniciativas convergem ao MS Carbono Neutro, que tem como meta alcançar a neutralidade das emissões de carbono em Mato Grosso do Sul até 2030.

Feira

A 15ª Edição da Dinapec acontece nos dias 22 e 23 de março de 2023, e no dia 24 de março, a Dinapec Jovem. O evento é realizado na Vitrine Tecnológica da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, local de demonstrações de soluções tecnológicas desenvolvidas em parceria com diversas instituições, as quais buscam a diversificação e a intensificação dos sistemas agropecuários, com o olhar voltado à sustentabilidade.

A edição deste ano tem formato diferenciado que vai contar com Espaço Zimmer: local para painéis temáticos e interações entre palestrantes e público; Espaços Satélites: distribuídos ao longo da vitrine tecnológica com dinâmicas igualmente temáticas, são elas: tecnologias para Pastagens; Soluções para o Rebanho Bovino; Tecnologias para Sistemas de Produção e MS Carbono Neutro.

Rosana Siqueira da Semadesc
Fotos – Rosana Siqueira e Geliel Oliveira