quarta-feira, 19/06/2024
Governo reforça qualificação da assistência técnica para fomentar a agricultura orgânica no Estado

Capacitar tanto a assistência técnica pública como a privada para atender os produtores que quiserem investir na produção mais sustentável. Este é um dos objetivos do curso de “Agroecologia e Agricultura Orgânica” que está sendo realizado pela Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação) no Cepaer (Centro de Pesquisa) da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer). Cerca de 30 pessoas participam do treinamento, que vai até sexta-feira.

Engenheira agrônoma Karla Nadai, assessora de agricultura da Semadesc

Segundo a engenheira agrônoma Karla Nadai, assessora de agricultura da Semadesc a meta é ampliar os conhecimentos dos técnicos sobre a produção de orgânicos, para que isso seja repassado de forma efetiva aos produtores. “O curso é voltado para a assistência técnica e extensão rural. Não só pública, como aqui para os técnicos da Agraer nos municípios, mas também para a iniciativa privada”, salientou.

Ela pontua que a qualificação é um dos eixos do Governo do Estado dentro do Programa Pró-Orgãnico (Plano Estadual de Agroecologia, Produção Orgânica e Extrativismo Sustentável Orgânico) que prevê o fomento e apoio à agricultura orgânica em Mato Grosso do Sul. “O curso surgiu de solicitação da própria Semadesc em atendimento à demanda da assistência técnica e estamos realizando dentro da escola de Governo”, citou a organizadora.

A abertura do curso contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico da Semadesc, Rogério Beretta que falou da importância desta capacitação.”A qualificação de nosso corpo técnico é muito importante. Temos o Pro-Orgânico em formatação, mas independente disso, o papel da Semadecs é trazer o conhecimento até vocês para prepará-los para este processo de uma produção com sustentabilidade”, enfatizou.

Secretário de Desenvolvimento Econômico da Semadesc, Rogério Beretta

Beretta lembrou que recentemente a Semadesc realizou outros treinamentos para melhorar o uso do solo na agricultura familiar. “Tivemos um curso de conservação de solo recentemente que foi muito produtivo. E entendemos que esta prática de qualificação será constante nesta gestão”, acrescentou.

A ideia neste ano, segundo o secretário-executivo, é ampliar a qualificação. “Nossa ideia é continuar promovendo cursos e trerinamentos voltados ao setor de orgânicos. Estamos fechando com o Sebrae a realização de mais cursos e missões técnicas. A proposta é que a Agraer indique as áreas que desejam conhecer, as capacitações, para que possamos organizar”, frisou.

“O Governo Riedel aposta no fomento da produção orgânica. É um setor que tem muita sustentabilidade dentro do eixo de desenvolvimento do Estado. Vamos investir no manejo integrado, nas técnicas de produção orgânica, no extrativismo sustentável. Tudo pra fazer um MS mais Verde, Próspero e Inclusivo”, concluiu.

Rosana Siqueira, Semadesc

Fotos: Mairinco Celso de Pauda