domingo, 16/06/2024
Feira da Empregabilidade realiza mais de 400 atendimentos na Praça da Ary Coelho

Campo Grande, 10/03/2023 às 17:37

A Prefeitura de Campo Grande, através da Secretaria Municipal da Juventude (Sejuv), promoveu nesta sexta-feira (10), a Feira da Empregabilidade. Com a presença de várias empresas parceiras, a primeira edição do evento realizou 406 atendimentos, na Praça Ary Coelho.

“Quando nos referimos a Campo Grande como a Capital das oportunidades, não é por acaso. Nossa ideia é levar a Feira da Empregabilidade às 7 regiões de Campo Grande. Esta foi a primeira de 2023, mas teremos outras 6 edições, ainda este ano”, ressalta Wilton Celeste Candelório, Secretário Municipal da Juventude.

Gunai Torres, de 31 anos, passou por entrevista e conseguiu encaminhamento para uma próxima fase de um processo seletivo para a vaga de repositor. “Fui muito bem atendido pelos recrutadores, segunda ou terça-feira eles entrarão em contato para me darem informações sobre os próximos passos”, comemora o rapaz, enquanto corta o cabelo na barbearia instalada no coreto da Praça Ary Coelho, exclusivamente para a ação.

Ao todo, 80 pessoas foram beneficiadas pelo serviço de cortes de cabelo oferecidos gratuitamente aos participantes. “Sabemos o quanto é importante estar bem apresentável em uma entrevista de emprego, e isso passa muito pela questão da confiança, da autoestima da pessoa, então, hoje trouxemos todos nossos professores e alunos aqui para a praça, para oferecer aos participantes do evento esses serviços que, alguns, muitas vezes não tem acesso”, explica Anderson Lugnani, gestor da Escola de Barbeiros DBA, parceira da feira.

Quem passou por lá também encontrou um espaço destinado a assessoria jurídica, prestada pelos advogados da própria Secretaria da Juventude. “Nosso papel é trazer para a sociedade como um todo, em especial aos jovens, essas orientações. Aqui, nós recebemos pedidos de orientações para assuntos diversos. Embora tenha sido amplamente divulgado, as pessoas se surpreendem com a disponibilidade desse tipo de serviço, aqui, sem burocracia, no meio da praça. É muito gratificante poder ajudá-los com essas questões”, salienta Edinaldo Meneses, um dos advogados responsáveis pelo atendimento que favoreceu 30 pessoas.

O movimento na tenda montada para acomodar as pessoas que aguardavam por atendimento foi intenso. Segundo Kathleen Olentino, representante da ABRE Estágios e Empregos, empresa especializada em recrutamento e seleção, só nas primeiras horas da manhã, cerca de 40 candidatos já tinham passado pelo estande. “Desde alunos ainda cursando o ensino médio, vagas para recepção de clínicas, administrativo, ciências contábeis e pedagogia, nós conseguimos encaminhar a maioria deles. Essa é uma das nossas preocupações, criar as condições necessárias para que esses jovens sejam consigam as vagas e tenham suas primeiras experiências, estagiando ou com carteira assinada”, diz ela.

Dentre os que aguardavam por atendimento, em busca da primeira experiência profissional com carteira assinada, estava Eloysa dos Santos da Silva, de 20 anos. A jovem que concluiu o ensino médio recentemente se disse otimista e elogiou a ação. “É maravilhoso, né? Não é todo dia que a gente tem uma oportunidade dessas, com tantas vagas concentradas num único lugar. Estou bem confiante”, confidenciou ela.

Se a feira é boa pra quem busca uma vaga, é também para aqueles que procuram por profissionais. Franciele Pereira, encarregada de RH do Assaí Atacadista avalia a participação da empresa como bastante positiva. “Nós encaminhamos para a segunda fase do processo seletivo mais de 80% dos entrevistados de hoje. São pessoas de várias idades, a gente consegue fazer uma seleção bem interessante”, esclarece.

A primeira edição da Feira da Empregabilidade foi um divisor de águas na vida do Vinícius Medeiros Arce, de 23 anos, morador do Jardim Los Angeles. Com experiência em vendas e sem trabalhar no ramo há três anos, o rapaz chegou à praça disposto a encarar qualquer oportunidade que se apresentasse. “Eu tinha conseguido um encaminhamento ali mas quando passei em frente a esse estande e vi o anúncio da vaga para vendedor externo, quis participar do processo. Se Deus quiser, na segunda-feira eu já começo”, conclui.