sábado, 15/06/2024
Famílias que esperaram 40 anos pelo título da casa própria comemoram conquista

Famílias que esperaram por quase 40 anos para ter o registro do imóvel receberam o título de regularização fundiária na manhã e tarde desta sexta-feira (24), em Campo Grande. O programa do Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Agehab (Agência de Habitação Popular), beneficiou mais 261 moradores dos bairros Moreninha I, II e III, além de 106 do Aero Rancho.

“Fiquei sabendo do programa pelo próprio governador Eduardo Riedel quando ele me visitou em minha barraquinha de artesanato, ainda na época da campanha. Sou uma das primeiras moradoras das Moreninhas e sempre sonhei em receber o documento da minha casa, mas não tinha condições. Sou artesã, vivo do artesanato e não tenho um salário fixo. Mas o Riedel me prometeu que eu iria receber e hoje ele cumpriu”, comemorou a beneficiária Estelita Mota dos Santos.

O mecânico Cláudio Barbosa de Oliveira sempre teve a vontade de ter o documento de sua casa, mas não conseguia juntar dinheiro para arcar com os custos. Ele diz que nem acreditou quando foi surpreendido pela notícia. “Espero há muito tempo para realizar esse sonho, mas não conseguia por causa da parte financeira. O sentimento é de muita alegria, desde quando a servidora da Agehab me entregou o convite para participar do programa eu me sinto muito contente me sinto realizado”, contou.

A solenidade de entrega dos documentos foi realizada na Escola Estadual Arlindo de Sampaio Jorge com a presença de autoridades estaduais e municipais.

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo, representou o governador Eduardo Riedel no evento. “Nós reafirmamos o compromisso do governador de levar à população conforto e a garantia de se ter a titularidade do imóvel. Muitas pessoas acabam alçando uma certa idade e precisam dessa segurança para deixar seus imóveis para seus familiares, filhos e netos. Quando você regulariza um imóvel você dá a garantia definitiva de que aquela propriedade é da pessoa”, destacou.

A diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopez, disse que a meta é atender mais de duas mil famílias das Moreninhas e agradeceu as parcerias que contribuem nessa ação. “Nós temos hoje um dia de confraternização pela entrega que estamos fazendo. Um trabalho que na verdade é de diversos órgãos do Governo, da parceria com a assembleia e da Câmara de Vereadores. Mais uma vez quero agradecer a equipe da Prefeitura e do Estado que trabalhou e continua trabalhando nesse processo de regularização das moreninhas”, pontuou.

Entre os anos de 2017 e 2022, o Governo do Estado entregou 9.761 títulos de propriedade para famílias de Mato Grosso do Sul. A Regularização fundiária dá a oportunidade para que o cidadão consiga o título de propriedade regularizado em seu nome de forma gratuita, ou com um custo acessível.

Também participaram das entregas a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes; o deputado federal Beto Pereira; os deputados estaduais Amarildo Cruz e Lucas de Lima; o secretário-adjunto da Casa Civil, Flávio Brito; a diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopez; o diretor-presidente em exército da Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários), Cláudio Marques; e os vereadores Coringa, Zé da Farmácia e Luiza Ribeiro.

Pela manhã, entrega foi realizada no Aero Rancho, levando vários moradores até o local

Gratidão é o sentimento das 106 famílias do  Aero Rancho que receberam o título de Regularização Fundiária de forma gratuita, do Governo de Mato Grosso do Sul. A aposentada, Neda Gomes de Oliveira, de 71 anos, ficou emocionada durante a entrega do título de sua propriedade, ela relembrou de quando recebeu a casa, há mais de trinta anos atrás e hoje comemora com o documento em suas mãos.

“Muita felicidade, vocês não queiram imaginar o tanto que a gente fica feliz. Toda vida eu tive o sonho de ter uma casa, meus pais sempre moraram no sítio e eu vim para Campo Grande quando era muito jovem. Por influência de uma amiga fiz minha inscrição e fui contemplada com a casa própria. Hoje graças ao senhor bom Deus e graças ao Governo, estou recebendo também o documento da minha casa”.

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, falou sobre a importância de trabalhar em parceria com o Governo do estado e que juntos estão realizando um bom trabalho, gerando resultados positivos e beneficiando ainda mais famílias.

“Eu venho aqui hoje em parceria com o Governo do Estado dizer a vocês que estamos trabalhando com responsabilidade e compromisso, trazendo segurança jurídica para as famílias da nossa Capital. Estamos trabalhando, trazendo regularização, trazendo para as famílias, segurança. Com esse título que vocês recebem hoje de propriedade, vocês têm segurança para investir no seu imóvel e futuramente, se for do interesse, podem vender. Mas acredito que seja é o interesse de todos, porque todos estão morando em suas casas, nesse espaço que vocês já adquiriram há muitos anos e hoje é o dia de celebrar essa conquista”.

Já a dona de casa, Fátima Cristina da Silva, de 48 anos, está regularizando a casa da mãe que já faleceu e quer vender o imóvel de forma correta.  “Nós colocamos a casa no nome da minha irmã, a nossa intenção é vender esse imóvel e agora com o documento vamos poder vender evitando transtorno para nós e para quem comprar”.

Após realizar o sonho da casa própria e pagar todas as parcelas, vem a preocupação em regularizar o imóvel no nome do proprietário. Mas nem todas as famílias têm condições de arcar com custo do processo.

“Tem mais de trinta anos que moro na mesma casa, moro aqui desde quando foi entregue. Eu não tive condições de fazer essa regularização antes por falta de dinheiro, com o que ganho não conseguiria escriturar e hoje estou muito feliz por conseguir regularizar meu imóvel”, explicou a beneficiária, Iná Lucia Penze de Souza.

De 2017 até o momento, já foram entregues 275 títulos de Regularização Fundiária para famílias do Aero Rancho.

Thalysson Pereira, Comunicação Agehab
Bruno Chaves, Comunicação Seilog
Foto de capa: Chico Ribeiro
Foto interna: Thalysson Pereira