segunda-feira, 11/12/2023

Expansão de negócios em Ribas mostra “sabor do progresso” em cidade em pleno boom econômico

Quem chega a Ribas do Rio Pardo e segue pela Avenida Aureliano Moura Brandão, principal via da cidade, vai encontrar lá na frente uma pequena porta que indica a entrada do Restaurante Bom Apetite. Ao entrar no local se espanta com um corredor amplo e extenso que recebe até 300 clientes por dia na hora do almoço. Há oito anos atrás eram só 30 refeições por dia. Isto representa o “sabor do progresso” e o desenvolvimento do município que está em pleno crescimento.

Restaurante já está na terceira reforma

Com a chegada da fábrica da Suzano em Ribas do Rio Pardo, a cidade convive com o “boom” econômico que traz resultados em todas as áreas. Foi neste contexto que os paulistas Ricardo Alegre Lehm e Solange Andreia Dalla Pria Lehm conseguiram expandir seu negócio, promover três reformas seguidas no estabelecimento e aumentar em dez vezes o número de clientes nos últimos anos.

“Começamos nosso restaurante em 2015. Eram seis mesas pequenas, onde servíamos 30 a 40 refeições por dia. O salão era bem menor e nosso crescimento foi aos poucos. No início era eu, minha esposa e dois funcionários, a gente levantava a bola e seguia para cabecear. No meu caso atendia o salão e corria para fazer as entregas”, conta Ricardo Lehm.

Natural do ABC Paulista e criado na cidade de Panorama, em São Paulo, ele veio para Ribas com o sonho de abrir um negócio. “Escolhemos o setor de alimentação porque queríamos uma área que teria demanda o ano inteiro, que mesmo com crise ou sem crise vai continuar tendo clientes, por isso montamos o restaurante”.

O esforço, dedicação e empenho fez com que o restaurante aumentasse os clientes e assim exigiu duas reformas, ampliando o salão para atender a demanda. Mas a grande expansão chegou quando foi anunciada um fábrica de celulose na cidade. “Quando houve o anúncio seguimos para terceira expansão, maior que as demais, que estamos concluindo agora. A chegada da fábrica nos deu motivação e otimismo com aumento da demanda”.

Ricardo Alegre Lehm e Solange Andreia Dalla Pria Lehm

O otimismo veio junto com os resultados e hoje o estabelecimento atende de 250 a 300 clientes por dia. O movimento começa às 11h e segue intenso até às 14h, em um corredor longo de mesas. “Chegamos neste patamar e vamos crescer mais 15% com as últimas intervenções, o faturamento cresceu junto. A cozinha que era na frente, hoje fica no final do terreno. Chegamos ao limite. Agora se quisermos temos que crescer para os lados”.

Ele conta que mudou a diversidade de clientes, reflexo deste novo momento da cidade. “Recebemos agora gente de outras cidades, estados e até de outros países. Muitos clientes diferentes, isto é o reflexo da fábrica aqui na cidade. Hoje Ribas está no olho do furacão, não sabemos a proporção que vai chegar”.

Ricardo nota que não é apenas seu restaurante que está em plena evolução, mas muitos comércios da cidade tiveram aumento de clientes e com isto contratação maior de funcionários. “Nossa intenção é continuar aqui na cidade e investir mais, temos motivação e esperança para o futuro, se a pessoa quiser investir aqui terá oportunidades, é um lugar de trabalho”.

Fábrica de celulose em Ribas tem investimento bilionário

Projetos e obras essenciais

Com a construção da fábrica de celulose da Suzano, que vai dispor de R$ 19 bilhões de investimento, Ribas do Rio Pardo passou a ser um polo de oportunidades e expansão da economia. Diversos setores são beneficiados com esta nova realidade. Cumprindo sua parte o Governo do Estado faz uma série de investimentos no município.

Na área de educação e habitação estão previstas novas moradias e escolas na cidade. Da Rede Estadual de Ensino são duas unidades escolares, e uma terceira que deve ser entregue em breve. Para contribuir com a casa própria são mais 250 lotes urbanizados, onde o Estado ajuda o cidadão a construir sua moradia.

O Hospital Municipal José Maria Marques Domingues foi ampliado em agosto e dobrou seu tamanho, com aumento no atendimento à população. Ele ganhou dez novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 20 leitos de enfermaria, além de ampliar o Pronto Socorro. Neste caso os custos foram arcados pela Suzano.

Obras de pavimentação da MS-338, que liga Ribas a Camapuã (Foto: Bruno Rezende)

Na área de infraestrutura o Estado segue com grandes obras estruturantes, entre elas a pavimentação da rodovia MS-338, que liga Ribas a Camapuã, em dois lotes que juntos somam 111,5 km, com investimento de mais de R$ 250 milhões. A implantação de asfalto na MS-357 também segue em andamento na região. Para ajudar no acesso está sendo construída uma ponte de concreto sobre o Córrego da Viga no município.

Ribas ainda foi incluído nos programas “Bônus Moradia”, que ajuda no financiamento de imóveis, e no “MS Qualifica”, que vai promover a qualificação profissional dos trabalhadores, em parceria com a iniciativa privada e “Sistema S”. O objetivo é que o crescimento econômico da cidade siga junto com uma infraestrutura adequada para atender os moradores.

“Aqui o desenvolvimento é muito acelerado. Um projeto dessa envergadura não é simples. Nosso foco é contribuir com o desenvolvimento e destravar os problemas. Promover obras e ações importantes para cidade, sempre pensando na qualidade de vida do cidadão, prosperidade com inclusão. Sem deixar ninguém para trás”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

Ribas do Rio Pardo tem nova realidade econômica em diferentes setores

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS
Fotos: Saul Schramm

 

Mais Populares

Notícias Relacionadas