sábado, 13/04/2024
‘Estamos presentes’, reforça secretário sobre trabalho do Governo em municípios atingidos pelas chuvas

Municípios sul-mato-grossenses afetados pelas chuvas têm recebido apoio permanente do Governo de Mato Grosso do Sul para que ocorra a devida manutenção em rodovias, estradas e pontes, afirmou nesta terça-feira (7) o secretário Hélio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

Cerca de 10 cidades do Estado decretaram situação de emergência nos últimos dias por causa dos estragos causados pelas chuvas deste verão. As áreas rurais são as mais afetadas.

Em entrevista às rádios do Grupo Feitosa de Comunicação, Peluffo reforçou que o trabalho de manutenção nesses municípios tem sido constante.

“Ao lado do governador Eduardo Riedel sobrevoamos as regiões mais afetadas e estamos atuando em todas elas. Estamos em um período de safra e início das aulas e precisamos dar segurança ao tráfego nessas rodovias estaduais”, destacou.

O secretário reforçou que equipamentos e maquinários da Seilog e da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) estão dando suporte às prefeituras nas ações de manutenção da malha viária estadual.

Estradas vicinais de gestões municipais também recebem conservação, em casos específicos.

Situações de emergência e calamidade

Peluffo ainda garantiu que após o reconhecimento dos decretos municipais pela Assembleia Legislativa, o Estado vai aportar mais ajuda. “Estamos presente em todos os locais afetados. Desde 2015 não tínhamos chuvas desse tamanho, principalmente na região Sul do Estado”, observou.

O secretário ainda destacou que a troca de pontes de madeira por ligações de concreto é uma atividade que será reforçada em Mato Grosso do Sul. O objetivo, segundo ele, é construir cada vez mais ligações de concreto sobre os rios e córregos de Mato Grosso do Sul.

Ele também adiantou que o Estado trabalha um projeto para construir pontes de ferro, em situações emergenciais. “Quando estiver concluído, o governador vai lançar”, disse.

Infraestrutura e logística

Durante a conversa, Peluffo também falou sobre projetos estruturantes para Mato Grosso do Sul, como a construção da rodovia Sul-Fronteira, que margeia o Brasil com o Paraguai, ligando os municípios de Ponta Porã, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas, Japorã e Mundo Novo.

A Rota Bioceânica, que liga Mato Grosso do Sul aos portos do Chile, passando pelo Paraguai e pela Argentina, também foi lembrada.

O secretário ainda destacou as negociações do Governo do Estado com a União para a relicitação da BR-163 e ressaltou projetos de infraestrutura e turismo no Pantanal.

Bruno Chaves, Comunicação Seilog
Fotos: Seilog

RELACIONADAS: 

Governo age diante de fortes chuvas com resgates, monitoramento e recuperação de estradas