quinta-feira, 13/06/2024

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota), ontem (14/03/2023) pediu, em Brasília (DF), socorro à ministra do Planejamento e Orçamento, a sul-mato-grossense Simone Tebet, para viabilizar recursos que possibilitem obras para enfrentar os constantes alagamentos e enchentes causados pelas chuvas na Capital.

Os projetos serão analisados pela Pasta, que também avaliará outras propostas no setor habitacional.

“Com a ministra [Simone Tebet], viemos conversar sobre projetos na área de habitação e apresentamos algumas pautas. Possivelmente, teremos recursos também dela para o município de Campo Grande”, afirmou Adriane, destacando que, no encontro da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em Brasília, do qual participou na segunda e na terça-feira, as mudanças climáticas foram debatidas e houve troca de experiências sobre suas consequências nos municípios.

“Campo Grande está sofrendo com as chuvas, a mudança climática é um problema nacional”, enfatizou a prefeita de Campo Grande.

Para ela, o fato de a cidade ter 36 córregos torna enchentes e alagamentos “problemas recorrentes. Por isso, temos de buscar soluções pontuais para esse problema”.

Entre os pleitos da gestora de Campo Grande está o asfaltamento de ruas e obras de drenagem no Residencial Ramez Tebet, que tem ruas intransitáveis e enxurradas constantes quando chove.

“Nós apresentamos os projetos e ficamos de ter uma outra conversa posterior [com Tebet]. Não apresentamos valores, nós apresentamos projetos. Um exemplo é o [Residencial] Ramez Tebet: a população precisa muito de drenagem e pavimentação”, ressaltou a gestora municipal.

Ela também explicou que conversou sobre a “Rota Bioceânica e projetos de desenvolvimento econômico, como o Parque Tecnológico de Campo Grande, que é um projeto viável. Por isso solicitamos ajuda e suporte dela como ministra”, completou.