segunda-feira, 26/02/2024

Em Ivinhema, Polícia Civil inaugura 30ª Sala Lilás de Mato Grosso do Sul

Em Ivinhema, Polícia Civil inaugura 30ª Sala Lilás de Mato Grosso do Sul

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul inaugurou nesta quinta-feira (10), em Ivinhema, a 30ª Sala Lilás. Dedicada exclusivamente para atender mulheres, adolescentes e crianças vítimas de violência doméstica ou sexual ou em situação de vulnerabilidade, o local foi projetado para proporcionar conforto, com móveis e decoração cuidadosamente selecionados para criar um ambiente aconchegante e tranquilo para as vítimas.

A solenidade contou com a presença do delegado-geral da Polícia Civil, Roberto Gurgel de Oliveira Filho; secretário-executivo de segurança pública, coronel Wagner Ferreira da Silva; diretor do Departamento de Polícia do Interior, delegado Lupérsio Degerone; delegado regional de Nova Andradina, André Luiz Novelli Lopes; prefeito Juliano Ferro; e da delegada Gabriela Ribeiro de Souza e Violin, além diversas autoridades e da população local.

Em sua fala, o delegado-geral da PCMS deu ênfase ao momento significativo que é a inauguração de uma Sala Lilás, além de agradecer ao governador Eduardo Riedel e ao secretário de Segurança Antonio Carlos Videira que, segundo ele, são dois entusiastas do projeto.

Delegado-geral da Polícia Civil, Roberto Gurgel de Oliveira Filho

“Este é um dia especial para as Forças de Segurança e para a sociedade. Inaugurar uma sala como essa é muito significativo (…) A Sala Lilás é um projeto que iniciou em Mato Grosso do Sul e teve o modelo exportado a outros estados da federação. Seria muito egoísta de nossa parte se estivéssemos inaugurando uma Sala da Polícia Civil. É muito importante e muito interessante o viés do nosso governador do Estado, a ação conjunta e transversal. Então, ficamos muito felizes quando vimos a participação da prefeitura, do Ministério Público, da Defensoria Pública e o Conselho de Segurança da cidade (…) A Sala Lilás não é apenas um espaço físico. É um local de acolhimento. É o primeiro passo para que ela possa se sentir respeitada após uma violência que fere também sua autoestima. Sabemos o quão difícil é estar em um ambiente como o de uma delegacia, porém esse é um ambiente onde ela vai se sentir acolhida. Esse projeto também acolhe a criança e o adolescente vítima de violência, que foram fragilizadas, de forma a retomar a sua dignidade”.

Roberto Gurgel destacou ainda que neste ano serão inauguradas 10 Salas Lilás. “Até o final do governo Riedel todas as cidades terão Delegacia de Atendimento à Mulher ou uma Sala Lilás. Esse é o nosso compromisso junto ao governador do Estado e junto ao Secretário de Segurança para que esse ciclo de violência possa se encerrar”, finalizou

Sala Lilás

O espaço oferece um ambiente acolhedor e seguro para as famílias que precisam de ajuda. Além disso, a sala é equipada com recursos tecnológicos e materiais que garantem privacidade e sigilo das informações compartilhadas.

Mato Grosso do Sul também conta com a Casa da Mulher Brasileira, em funcionamento na Capital, e com 12 Delegacias de Atendimento à Mulher sendo uma em cada Delegacia Regional de Polícia Civil do Estado.

A primeira Sala Lilás da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul foi inaugurada na Delegacia de Polícia de Sidrolândia no ano de 2019. De lá pra cá receberam a nova estrutura, os municípios de Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Água Clara, Amambai, Caarapó, Bonito, Terenos, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Deodápolis, Glória de Dourados, Costa Rica, Angélica, Ladário, Camapuã, Eldorado, Iguatemi, Bandeirantes, Sonora, Chapadão do Sul, Miranda, Porto Murtinho, Anaurilândia, Anastácio, Paranhos, Selvíria, Brasilândia e São Gabriel do Oeste.

Cadu Orácio, Sejusp