sábado, 2/03/2024

Em Corumbá, governador visita vítimas e locais atingidos por tempestade

Em Corumbá, governador visita vítimas e locais atingidos por tempestade

Para acompanhar a situação das famílias e dos locais que tiveram estragos provocados pelo temporal que atingiu Corumbá na terça-feira (12), o governador Eduardo Riedel esteve na cidade nesta sexta-feira (15). Ele visitou os moradores do residencial Buritis, onde os blocos de apartamentos foram destelhados, e a Escola Municipal Dr. Cássio Leite de Barros, onde o aluno Matheus Souza Marques, de apenas 7 anos, morreu após ser atingido pela estrutura da quadra de esportes.

“O grande prejuízo é a dor pela perda do Matheus, porque afeta a vida de uma família de maneira irreparável. Tudo que é material a gente restabelece, se une, compra, constrói, faz, isso não é problema. O maior sentimento, desde o início quando eu soube, é perda da vida do Matheus”, disse Riedel.

No residencial Buritis, Riedel conversou com moradores que tiveram seus apartamentos atingidos pela forte chuva e ventos. Ao longo do trajeto por bairros, ruas e prédios atingidos, o governador fez encaminhamentos para prestar assistência às vítimas.

Na Escola Municipal Dr. Cássio Leite de Barros, que ainda guarda as marcas da tragédia, o governador prestou solidaridade aos professores e a diretora Tatiana Oliveira. Em conversa com a equipe administrativa e pedagógica da unidade, Riedel pediu para que todos confortassem os alunos neste momento de dor.

“Vim hoje aqui, mas desde que ocorreu o fato, no mesmo dia e imediatamente, o Estado já estava mobilizado para reestabelecer a estrutura da cidade. Agora estamos discutindo a reconstrução das casas. Mas tudo isso não é nada perto do sentimento de vocês do que aconteceu aqui, com o Matheus. Eu deixo a minha solidariedade, os alunos da escola vão precisar muito de vocês, para que se sintam amparados”, disse Riedel.

Além de prestar solidariedade, o chefe do executivo estadual sinalizou o envio de recursos para a reconstrução de casas e demais locais e em todo o processo de recuperação, juntos com os órgãos do Governo do Estado. A vistoria nos locais também foi acompanhada pelo secretário Eduardo Rocha (Casa Civil) e o prefeito Marcelo Iunes.

Tempestade

O fenômeno meteorológico atípico provocou ventos de até de 96 km/h em Corumbá na terça-feira (12).

A Defesa Civil de Corumbá contabiizou até ontem (14), aproximadamente 280 casas atingidas de alguma forma, além de 11 mil pessoas, direta ou indiretamente, que sofreram com o desastre natural.

Outro local com estragos foi a Escola Estadual Dom Bosco. Riedel conferiu a situação e os estragos, e também falou com professores e alunos.

Alexandre Gonzaga, Comunicação Governo de MS
Foto: Saul Schramm