segunda-feira, 4/03/2024

Com ritmo intenso de entregas, Seilog avança no cumprimento das metas estabelecidas em contrato de gestão

Com ritmo intenso de entregas, Seilog avança no cumprimento das metas estabelecidas em contrato de gestão

Executar obras nas áreas de infraestrutura, habitação e saneamento de Mato Grosso do Sul. Estruturar aeroportos regionais. Modernizar a governança com a digitalização de documentos e a virtualização de processos. Esses são alguns dos compromissos assumidos pela Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística) dentro do contrato de gestão assinado com o Governo do Estado em 2023.

A pasta comandada pelo arquiteto Helio Peluffo Filho registrou em novembro uma execução média de 79% nas entregas propostas no início do ano. O balanço é da Segem, a Secretaria-Executiva de Gestão Estratégica e Municipalismo do Estado, que acompanha e orienta secretarias, autarquias e empresas públicas no cumprimento das metas estabelecidas pelo governador Eduardo Riedel.

“A execução na faixa de 80% dos projetos mostra que o ritmo de produção nessa importante área de logística e infraestrutura está indo muito bem. É importante dizer que nesta pasta temos um grande volume de investimentos do Estado, com entregas que mostram que o Estado tem conseguido manter um ritmo de produção muito intenso”, destaca o secretário-executivo da Segem, Thaner Castro Nogueira.

As metas postas no contrato de gestão norteiam o trabalho da Seilog e suas vinculadas: Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) e Sanesul (Empresa de Saneamento do Estado). Ao todo, são 10 projetos com 28 entregas.

Seilog faz avaliação das metas previstas no contrato de gestão

Entre as metas já concluídas estão a digitalização de documentos e a estruturação do banco de projetos da Seilog; a instalação de sistemas de iluminação em LED em áreas públicas de cidades como Campo Grande, Dourados, Novo Horizonte do Sul e Taquarussu; a substituição da cobertura do terminal de passageiros do aeroporto de Bonito; e a implantação do viveiro de mudas da Prefeitura do Parque dos Poderes.

Outras metas, por exemplo, estão prestes a serem concluídas, como entrega de quatro mil títulos de regularização fundiária pela Agehab; conclusão de obras de restauração e adequação de rodovias estaduais, pela Agesul; e ampliação e melhorias em sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário gerenciados pela Sanesul.

Para o chefe da Seilog, seguir o planejamento estabelecido pelo governador é um dever que reflete em melhores entregas para a população. “É animador saber desse resultado positivo. Mas ainda temos muito a ser feito para entregarmos obras nas cidades e no campo, atendendo as necessidades da população sul-mato-grossense. Seguiremos trabalhando nos preceitos de um governo verde, inclusivo, próspero, digital e transparente”, afirma Helio Peluffo. 

Bruno Chaves, Seilog
Fotos: Chico Ribeiro/Seilog