Campo Grande-MS
terça-feira, 23/07/2024
Com novo sistema de cadastro, Bolsa Atleta e Bolsa Técnico batem recorde de inscrições

O prazo de inscrições do Bolsa Atleta e Bolsa Técnico 2023/2024 se encerrou na última sexta-feira (23) com número recorde. Ao todo, 1.423 pessoas inscreveram-se nos programas de incentivo do Governo de Mato Grosso do Sul, coordenados pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer) e Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania).

O número representa aumento de 50% em comparação ao último ano, quando 947 pleiteantes se inscreveram, de acordo com balanço do Cogeb (Comitê Gestor da Bolsa Atleta e Bolsa Técnico). Além disso, 2.258 pessoas se cadastraram na nova plataforma on-line, somando-se os que concluíram ou não o processo de inscrição.

O coordenador do Cogeb, Domingos Sávio da Costa, atribuiu o crescimento no número de inscritos a três fatores: a massificação de políticas públicas implantadas pelo Governo nos últimos anos, ampliando o número de pessoas praticando esporte; o aumento significativo no número de vagas e valor das bolsas destinadas a atletas e técnicos, além da implantação do novo sistema on-line de inscrição, que facilitou e democratizou o acesso.

“Percebemos que a Bolsa contribuiu para que Mato Grosso do Sul tenha mais atletas participando de competições importantes, nacional e internacionalmente”, destaca Domingos. “A nova plataforma de inscrição criada pela SGI (Superintendência de Gestão da Informação) trouxe mais agilidade no momento da inscrição, permitindo o acesso pelo computador e celular de maneira muito simples”, completa o gestor.

Com o sistema de inscrição modernizado, os solicitantes podem acompanhar todas as etapas do processo seletivo, de forma desburocratizada e transparente. Nos próximos dias será publicada no Diário Oficial do Estado a lista completa de todos os pleiteantes que tiveram inscrição bem-sucedida na plataforma. Posteriormente, será divulgada a relação com os candidatos deferidos e indeferidos.

Ao todo, o programa contemplará 346 atletas e 38 técnicos nesta edição, com recursos mensais de R$ 331 mil e R$ 3,97 milhões somando-se todos os pagamentos (12 meses). Os valores das bolsas por mês variam de R$ 500,00 a R$ 1.500,00. Os recursos são provenientes do FIE (Fundo de Investimentos Esportivos).

As oito categorias do Bolsa Atleta estão divididas da seguinte forma: Estudantil (121 bolsas de R$ 500), Universitário (15 de R$ 950), Nacional (134 de R$ 950), Nacional Paralímpico (28 de R$ 950), Máster (11 de R$ 950), Pódio Complementar (11 de R$ 1.200), Pódio Complementar Paralímpico (13 de R$ 1.200) e Internacional (13 de R$ 1.200). O Bolsa Técnico tem duas categorias: Técnico I (19 bolsas de R$ 1.000) e Técnico II (19 de R$ 1.500).

Lucas Castro, Fundesporte

Fotos: Paulo Palhares/CRE Três Lagoas

  • Campo Grande, 150 anos de História