domingo, 16/06/2024
Com foco na geração de renda, FAC leva oficinas para mais de 1,5 mil pessoas

Campo Grande, 30/06/2023 às 12:04

Com a finalidade de levar oportunidade de geração de renda a pessoas que vivem em situação de risco e vulnerabilidade social, o Fundo de Apoio à Comunidade (FAC) está percorrendo as sete regiões de Campo Grande para oferecer oficinas de artesanato e culinária nas comunidades. Somente neste ano, mais de 1.500 pessoas participaram dos projetos, que são oferecidos de forma gratuita.

Nesta semana, de 27 a 29 de junho, moradores de três bairros de Campo Grande desfrutaram de uma tarde pra lá de gostosa, com o projeto “Mãos na Massa”. A oficina começou pelo Residencial Sírio Libanês, na Vila Santo Amaro. Na terça-feira (27), mães e filhos colocaram, na prática, a mão na massa e aprenderam a fazer biscoitos decorativos e palitinho de queijo. Granulado, massinha colorida e confetes fizeram a alegria não só das crianças, como também dos adultos.

“Nosso principal foco é a geração de renda, mas essas oficinas vão além, e promovem a valorização dessas pessoas como profissionais para serem inseridas no mercado de trabalho. É gostoso ver a interação entre os participantes, despertando a solidariedade e, assim, cumprindo o objetivo do FAC, que é ajudar aqueles que mais precisam, não só no âmbito material, mas também no pessoal”, destaca a Chef Nádia Arce.

Na quarta-feira (28) foi a vez dos moradores do Jardim Canguru. Com uma estrutura montada especialmente para a oficina, a tarde do condomínio foi diferente das habituais. É o que conta Maria Luziane Amaro, de 38 anos. “É muito bom para nós esses cursos no conforto da nossa casa. Hoje mesmo eu estava sem fazer nada, só cuidando das crianças quando fiquei sabendo da oficina. Vou fazer hoje mesmo para meus filhos”, conta.

Todo material utilizado para a confecção dos biscoitos é disponibilizado gratuitamente pelo FAC. No final do curso, cada aluna recebe uma apostila e o produto confeccionado por ela mesma. O foco é mostrar que a pessoa pode trabalhar e gerar renda sem sair de casa.

Na quinta-feira (29), mães e filhos do Bairro Jardim Tarumã também colocaram a mão na massa. Andréia Campos Braz, de 30 anos, mora há um ano na região. “É uma oportunidade para todas nós, que não teríamos condições de pagar para fazer uma aula dessa. Agora vou fazer para meus filhos e também para vender”, afirma ela.

Dona Heloisa de Lourdes Amaro tem 64 anos e mora há um ano com o marido no mesmo bairro de Andreia. Para ela, é muito importante essa atenção que a Prefeitura tem com a comunidade. “Eu faço biscoitos há algum tempo pra vender. É bastante lucrativo. Com essa oficina tiro muitas ideias boas para aplicar nos meus biscoitos e aprimorar minhas técnicas”, destaca.

A coordenadora geral do FAC, Adir Diniz, comemora o sucesso que os cursos e oficinas vêm fazendo dentro das comunidades. “É gratificante poder proporcionar esse tipo de trabalho com aqueles que mais precisam. Muitas vezes, uma simples oficina pode despertar o empreendedorismo dessas mulheres que sustentam a casa sozinha. Oferecemos as aulas e os materiais de graça, no conforto da casa delas, que é para estimular essas pessoas a começarem a vender, mostrar que é possível gerar renda e cuidar dos filhos ao mesmo tempo”, pontua.

Mais informações sobre as oficinas e cursos podem ser obtidas no Instagram do FAC, @fac.pmcg e pelo telefone 2020-1361.