sábado, 2/03/2024

Chuva e frio não intimidaram fiéis na última noite do Arraial de Santo Antônio de Campo Grande

Chuva e frio não intimidaram fiéis na última noite do Arraial de Santo Antônio de Campo Grande
Foto: Ana Paula Fernandes

Campo Grande, 14/06/2023 às 07:00

Nem mesmo as baixas temperaturas e a chuva que caiu durante todo o decorrer do dia desta nesta terça-feira (13), foi capaz de intimidar fiéis e devotos de Santo Antônio de Pádua na última noite de celebração do 21º Arraial na Praça do Rádio Clube. O último dia da tradicional festa junina da cidade, realizada pela Prefeitura, foi marcado por uma missa campal para celebrar o dia do padroeiro de Campo Grande.

A procissão ao santo foi realizada em forma de carreata que saiu da catedral de Santo Antônio, localizada na Avenida Calógeras, esquina com a Rua 15 de novembro até a Praça do Rádio. A Paróquia do Santo Padroeiro de Campo Grande foi construída há 111 anos, uma celebração ao santo mais popular do mundo, com sua canonização considerada a mais rápida da história.

“Não me lembro há quanto tempo, me lembro de ter chovido em Campo Grande como hoje, interruptamente; mas pensamos que chuva é sinal de benção, já que água é vida. Queremos agradecer aos fiéis hoje aqui presente, que mesmo com essa condição do tempo não deixaram de vir contemplar e celebrar a missa em homenagem ao nosso padroeiro”, disse o Pároco da Catedral, Padre Wagner de Souza.

Stephani Azambuja, 24 anos e moradora do Bairro Tiradentes, estava acompanhada da prima e sobrinho, e como devota do Padroeiro de Campo Grande, disse que não poderia faltar a última noite de celebração em homenagem ao santo. “Sou devota de Santo Antônio, faço parte da catedral, nós três fazemos, viemos todos os dias e não podíamos perder justamente a última noite, sabendo que a missa campal é a cereja do bolo para nós fiéis da igreja católica. A chuva pode estar gelada, mas nossa fé e o amparo do santo aquece nossos corações”, disse a jovem estudante.

Já para Elenir Mendes, 64 anos e moradora da Região Central de Campo Grande, não tem tempo ruim para buscar a fé e confraternizar com a missa ao santo padroeiro. “Estava debaixo da coberta, passei o dia todo assim, mas também não tinha nada que podia me impedir de estar aqui para celebrar a última noite do Arraial de Santo Antônio. Me sinto realizada e feliz, saio daqui fortalecida com a benção do nosso padroeiro e pronta para encarar os desafios que a vida nos proporciona diariamente”, disse a contadora.

A 21º Arraial de Santo Antônio de Campo Grande, que durou cinco dias, contou com uma extensa programação de shows e atrações culturais, em parceria com 38 barracas que vendiam variados pratos típicos e bebidas, que tiveram toda a renda obtida revertida para as entidades filantrópicas que se habilitaram por meio de edital.

Equipes da Agetran e da Guarda Civil Metropolitana garantiram a organização e segurança das pessoas que participaram do ato de celebração. Em 13 de junho é celebrado o Dia de Santo Antônio, que se tornou padroeiro da cidade de Campo Grande por meio da Lei nº 3.901 de 29 de outubro de 2001.