quarta-feira, 19/06/2024
Celebração e visibilidade marcam caminhada em alusão ao Dia Mundial da Síndrome de Down

Thiago Dias, 27 anos, é pai de um filho com Síndrome de Down. Durante o dia ele cuida do filho e no outro período ele busca o sustento para sua família com o trabalho noturno. Vida corrida, relata Thiago, mas que caminha com felicidade.

Com o apoio de instituições que recebem recursos do Governo de Mato Grosso do Sul, o jovem conta que tem obtido apoio em terapias e tratamentos. “É uma alegria, um presente de Deus em nossas vidas”, fala com orgulho de seu filho com apenas três meses de idade.

Assim como Thiago, centenas de outras pessoas apoiadoras das causas envolvendo as pessoas com Síndrome de Down participaram nesta terça-feira (21) da “Caminhada para inclusão – ninguém fica para trás”, em alusão ao Dia Mundial da Síndrome de Down.

Promovida pela Sead (Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos), com apoio da SED (Educação), Setescc (Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania) e Sanesul, a ação reuniu participantes no Centro de Campo Grande.

Thiago com o filho no colo fala sobre a rotina de ser pai

“É fundamental ter toda estrutura do Governo presente e empenhada nesta ação. Somos uma gestão em que ninguém fica para trás”, destacao vice-governador Barbosinha na abertura da caminhada, completando em seguida.

“Esse é o Governo da inclusão, da sensibilidade e que cada vez mais tem buscado trazer essas instituições do terceiro setor, que suprem uma lacuna tão importante, e que contribuem trazendo para dentro da nossa estrutura e sendo partícipe deste processo e do nosso projeto de Governo para esses quatro anos. Esse é o Governo inclusivo que a gente defendeu e que está colocando em prática, apoiando iniciativas como esta, neste dia tão simbólico para as pessoas com Síndrome de Down”, frisa Barbosinha.

Patrícia Cozzolino, titular da Sead, reforçou as ações do Governo de Mato Grosso do Sul e o apoio as OSCs que prestam serviços especializados de atendimento e juntamente com o secretário-executivo de Direitos Humanos, Ben-Hur Ferreira, e a superintendente do Terceiro Setor da Sead, Malu Fernandes, colocou a Sead à disposição em prol da causa.

Para o secretário, Marcelo Miranda, da Setescc, a ação de hoje marca a comemoração aos avanços na inclusão, mas também os desafios enfrentados pelas pessoas com Síndrome de Down. “Estamos aqui reunidos para conscientizar a sociedade sobre a prática da inclusão que deve ser realizada todos os dias e reforçando nosso papel como Estado na construção de políticas públicas eficientes e eficazes”, disse.

“Hoje o mundo inteiro celebra, nós precisamos dar visibilidade às pessoas com Síndrome de Down, são muitas pessoas que precisam ocupar os seus espaços e exercer o seu direito e cidadania”, reforçou Telma Nantes de Matos, subsecretária de Políticas Públicas para as Pessoas com Deficiência.

Em Mato Grosso do Sul o trabalho com as pessoas com Síndrome de Down tem ações por meio de diversos órgãos como a Copesp (Coordenadoria de Políticas para a Educação Especial) da SED, universidades e Organizações da Sociedade Civil, por exemplo, as APAEs, Associação Pestalozzi e a Associação Juliano Varela.

Instituições essas que contam com o apoio do Governo de Mato Grosso do Sul, por meio de repasses efetuados via chamamento público, também realizados pela Sead.

Representantes do Legislativo municipal, estadual e federal, Defensoria Pública e Organizações da Sociedade Civil (OSCs) também participaram da caminhada.

Leomar Alves Rosa, Comunicação Sead
*colaboraram Luciana Bomfim (vice-governadoria) e Jaqueline Tente (Setescc)
Fotos: Monique Alves