segunda-feira, 22/04/2024
Avançam as ações e compromissos para implantação da indústria de celulose da Arauco em Inocência

O secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc), Jaime Verruck se reuniu com diretoria de negócios da empresa chilena Arauco e o prefeito de Inocência, Toninho da Cofap, para falar sobre o processo de instalação da indústria de celulose no município. A obra terá quase R$ 20 bilhões em investimentos, sendo R$ 15 bilhões só na obra da fábrica que tem previsão de ser iniciada no segundo semestre de 2024.

“Estabelecemos que toda semana, sistematicamente, vamos acompanhar os empreendimentos estruturantes do Estado, como no caso Arauco e no caso da Suzano também. Então nós estabelecemos em nome da secretaria o nível de governança de acompanhar toda a questão desde o licenciamento ambiental, do incentivo fiscal e de todos os impactos socioeconômicos no município. Tanto as obrigações do governo na área da infraestrutura, como as obrigações também da empresa em relação à questão social”, destacou Verruck.

A reunião desta semana, realizada na última terça-feira (28), serviu para avaliar os termos de compromisso com a Arauco. Estiveram presentes a diretoria de negócios da Arauco, que é responsável pela implantação do projeto no município de Inocência, juntamente com o prefeito municipal, Toninho da Cofap e também a área que incentivos fiscais da Semadesc, representada pelo secretário-executivo Bruno Bastos e o próprio Verruck.

“Fizemos todo um trabalho de captação desse empreendimento para Mato Grosso do Sul. Serão investidos só na planta industrial aproximadamente R$ 15 bilhões e provavelmente uns R$ 5 bilhões adicionais na base florestal. A atividade florestal já está ocorrendo, foram gerados mais de 800 empregos em MS. Inocência já tem hoje uma movimentação econômica significativa em relação ao crescimento baseado na base florestal. A ideia é que a parte de obras comece no segundo semestre de 2024, depois de licenciamento de todas as atividades envolvidas”, salientou.

Secretário Jaime Verruck discutiu as ações sobre a implantação da Arauco em Inocência

Verruck destaca ainda que neste momento, a secretaria finalizou todo o planejamento do município. “Fizemos um programa de expansão municipal aonde se dará forte expansão. Estamos discutindo o trevo de acesso a indústria, a Seilog já recebeu o pré-projeto para que ela possa avaliar que isso é um compromisso do Governo do Estado. A Arauco é um projeto que consolida toda a proposta de realmente Mato Grosso do Sul ser o Vale de Celulose do Mundo”, citou lembrando que já tem a Suzano que vai inaugurar no próximo ano em Ribas do Rio Pardo, e a Arauco, que também vai avançar.

“Por isso os compromissos que estamos verificando agora é qual o impacto social, qual a necessidade que nós temos na área de educação e segurança. Ou seja esse conjunto de atividades é exatamente para mitigar todos os impactos no município, relativos a implantação de uma indústria deste porte. Todas as ações são necessárias para que esse projeto se consolide em Mato Grosso do Sul, aí nos próximos 4 a 5 anos, com a inauguração de uma nova indústria que com certeza será maior do mundo”, finalizou.

Rosana Siqueira, da Semadesc
Foto: Mairinco de Pauda