quarta-feira, 19/06/2024
Alunos premiados pela CGM buscam instituição para apoio sobre prestação de contas

Diretores e alunos da Escola Municipal Agrícola Barão do Rio Branco, que foram premiados pelo prêmio Controlador Jovem em 2022, estiveram nesta quinta-feira (30) na Controladoria Geral do Município (CGM) para pedir orientações sobre como prestar contas do valor de R$ 10 mil recebido pelo primeiro lugar na colocação.

“Os alunos vieram in loco para buscar apoio de como de utilizar o recurso que ganharam no prêmio e posteriormente, como prestar contas de como foi gasto a verba. Vamos entregar em mãos o modelo de Relatório de Gastos, que aponta que o dinheiro pode ser investido como custeios, por meio de infraestrutura e serviços; ou como capital, que é por meio de aquisições como equipamentos de utilização para a escola”, explicou Arley Queiroz Sandim, diretor-geral de Transparência e Integridade de Campo Grande.

A EM Barão do Rio Branco, que hoje conta com 230 alunos, fica no Distrito de Rochedinho e atende alunos do grupo 4 ao 9º ano do ensino fundamental. Em novembro do ano passado, a escola inaugurou a nova estrutura da cozinha experimental, que foi construída em tempo recorde de apenas dois meses. A construção desse espaço foi que fez que os alunos vencessem o Prêmio Jovem Controlador.

A cozinha é uma sala de aula prática, equipada com fogão e espaço para que os alunos coloquem a mão na massa para fazer os produtos tradicionais, inclusive queijos, doces e geleias. Na cozinha também é preparado a própria merenda onde a maioria dos ingredientes usados nas receitas são produzidos na própria escola. Os alunos cuidam desde o plantio até a colheita para garantir tudo com qualidade.

“Quando me chamaram para ir conversar na diretoria, já pensei se tinha feito algo errado”, disse Denílson Tadeu Coelho, 14 anos e aluno do 9º ano da Barão do Rio Branco. “Mas era totalmente o inverso. Fui chamado para ser um dos responsáveis em apoiar a reforma da nossa cozinha e isso foi muito legal. Mobilizamos todos os alunos, fomos atrás de recursos e hoje temos um espaço onde temos mais qualidade para aprender. E ainda mais, nossa ação foi reconhecida, ganhamos esse prêmio da prefeitura e agora vamos estudar de como podemos melhorar ainda mais nossa escola. Só tenho a agradecer a todos, desde o início de todo esse trabalho”, completou o jovem.

A direção da escola tomou como fator de seleção dos alunos para compor o quadro dos jovens controladores, crianças que moram no Distrito ou no entorno da comunidade. Bianca Menezes Coutrim, de 13 anos e aluna do 8º ano, mora bem em frente da Escola Agrícola. “Foi uma experiência nova e incrível junto à comunidade escolar, como também todo nosso Distrito. Foi muito importante, eu pensava como era bom estar fazendo parte de um projeto que mudou algo, não só para mim, mas para nossa comunidade como um todo. Agora, além de termos já um bom espaço para continuar nossas aulas na cozinha, também ganhamos um recurso para melhorar outras coisas na nossa escola. É muita felicidade”, disse Bianca após receber as instruções da CGM.

Para o controlador-geral do município, Luiz Fernando Buainain, o Prêmio Jovem Controlador desperta o senso crítico dos alunos, além de estimular reflexões sobre ações cívicas junto sua sociedade. “É uma oportunidade de conhecer o controle social, de poder cuidar do patrimônio municipal e também, o mais importante de tudo, é contribuir efetivamente para a manutenção e organização da própria da escola. Vejo que a ação cívica é o ponto forte de embasamento desse projeto”, explicou Buainain.

O projeto Controlador Jovem é iniciativa da Prefeitura Municipal de Campo Grande por meio da Controladoria-Geral do Município (CGM) e tem a parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed). A ação promove aos jovens das escolas municipais noções de controle e participação social, bem como, reflexão acerca das políticas públicas educacionais.

A ideia é envolver os estudantes e toda a comunidade escolar em uma experiência pedagógica, que contribuirá para a disseminação de conhecimentos práticos sobre o controle social, voluntariado, consciência ambiental e diversos outros temas que levam a um despertar cidadão.