segunda-feira, 26/02/2024

Agems integra expedição da Rota Bioceânica com experiência regulatória e apoio ao desenvolvimento

Agems integra expedição da Rota Bioceânica com experiência regulatória e apoio ao desenvolvimento

Comitiva da Agência Estadual de Regulação (Agems) integra a III Expedição da Rota Bioceânica ou RILA (Rota de Integração Latino-Americana), com a expectativa de reunir informações e contribuir para a expansão, melhoria e inovação nos serviços públicos regulados.

O grupo com 35 veículos e mais de cem pessoas que partiu hoje (24) de Campo Grande conta com a diretora de Transportes, Rodovias, Ferrovias, Portos e Aeroportos, Caroline Tomanquevez, e a assessora técnica da Diretoria de Gás, Energia e Mineração, Adriana Ortiz.

Cruzando a fronteira com o Paraguai em Porto Murtinho no sábado, 25, a expedição segue o traçado da rota até chegar ao Porto de Iquique, no Chile, na terça-feira, 28. Nos roteiros de ida e volta, uma série de eventos, reuniões e experiências em território brasileiro, paraguaio, argentino e chileno.

“Considerando que serviços que nós regulamos vão fazer parte ou serão diretamente impactados pela Rota Bioceânica, nós queremos ver como estão as condições da rodovia até Murtinho; entender os efeitos do aumento de fluxo no transporte de passageiros e absorver essa nova realidade no Plano Diretor que estamos construindo; e ver de perto os procedimentos de aduana, já que temos perspectivas de convênio com a ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres] para fiscalização do transporte de passageiros internacional e de cargas”, conta Caroline.

Infraestrutura e desenvolvimento socioeconômico

Pela primeira vez percorrendo a Rila, a diretora revela que também é grande a expectativa de trocar conhecimento com todos os atores envolvidos na concretização da Rota Bioceânica, projeto de desenvolvimento econômico sonhado há décadas por Mato Grosso do Sul e agora está se tornando realidade.

“Vamos ter muito networking, oportunidade de entender as expectativas de empresários, de representes da infraestrutura, de operações de transportes, e de trocar informações sobre como a Agência Reguladora pode contribuir”.

 Agems na Rota Bioceânica

Além de integrar essa terceira expedição até o Pacífico, a Agems já vem acompanhando e participando das ações de consolidação do eixo de integração, por ter atribuição direta ou relevante participação em projetos e iniciativas de desenvolvimento, que incluem:

  • Análise dos impactos para ajustes de linhas de ônibus nos municípios abrangidos pela rota de integração.
  • Verificação dos impactos para o transporte de fretamento turístico, considerando que municípios com alguns dos principais atrativos estão na região Sudoeste.
  • Conhecimento das condições de rodovias que hoje são geridas pelo Estado e que podem futuramente entrar em programas de concessão.
  • Verificação in loco a experiência aduaneira nas fronteiras internacionais, considerando a perspectiva de fiscalizar o transporte de cargas em convênio com a ANTT.
  • Levantamento e consolidação de informações sobre possibilidade de expansão do mercado de gás natural na Rota, como o uso do GNV.
  • Contribuição para que todos os serviços regulados e fiscalizados sejam oferecidos na medida da necessidade que a rota vai gerar, com o previsível crescimento dos municípios.

Gizele Oliveira, Comunicação Agems
Fotos: Enrico Feitosa