quinta-feira, 23/05/2024
Sete diplomatas indicados pelo Executivo serão sabatinados pela CRE

Foram publicadas no Diário Oficial da União da terça-feira (21) as indicações do Poder Executivo parachefiar as embaixadas do Brasil em seis países, além de um representante junto às Nações Unidas. Eles serão sabatinados pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), em datas que ainda serão definidas.

Escolhidos pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, os nomes precisam ser aprovados pela CRE e, posteriormente, pelo Plenário. As matérias aguardam leitura em Plenário para serem despachadas para a comissão e terem seus relatores designados.

Os diplomatas indicados são: Maria Luiza Ribeiro Viotti, para os Estados Unidos; Julio Glinternick Bitelli para a Argentina; Ricardo Neiva Tavares para a França e, cumulativamente, o Principado de Mônaco; Antonio de Aguiar Patriota para Grã-Bretanha e Irlanda do Norte; Paulino Franco de Carvalho Neto para o Egito e, cumulativamente, a Eritreia; Everton Vieira Vargas junto à Santa Sé e, cumulativamente, junto à Ordem Soberana e Militar de Malta, e Sérgio França Danese para representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas.

O embaixador é o último degrau na carreira de um diplomata. É designado para exercer a função de chefe de missão diplomática permanente ou de delegação permanente junto a organização internacional.

Agência Senado