terça-feira, 28/05/2024
O Ministério da Saúde afirma que, por ano, cerca de 40 mil pessoas são diagnosticadas com a doença no Brasil, sendo o terceiro tipo de câncer mais comum no país. Segundo a pasta, entre os fatores de risco estão: alto consumo de carne vermelha ou processada, consumo excessivo de álcool, alimentação pobre em frutas e fibras, obesidade, inatividade física e tabagismo.

Nesta segunda (27) e terça-feiras (28), o Senado está iluminado de azul em alusão ao Março Azul, campanha de conscientização sobre o câncer colorretal. A iniciativa é das sociedades brasileiras de endoscopia digestiva (Sobed) e de coloproctologia (SBCP) e da Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG). O pedido para iluminação foi do senador Lucas Barreto (PSD-AP).

Em 2023, o slogan da campanha é “Saúde é prevenção. Cuide de você, evite o câncer de intestino. Segundo as entidades, os tumores no intestino grosso e no reto estão entre os mais malignos e frequentes do mundo, sendo também um dos mais letais. A identificação precoce do problema é o melhor jeito de tratá-lo.

O Ministério da Saúde afirma que, por ano, cerca de 40 mil pessoas são diagnosticadas com a doença no Brasil, sendo o terceiro tipo de câncer mais comum no país. Segundo a pasta, entre os fatores de risco estão: alto consumo de carne vermelha ou processada, consumo excessivo de álcool, alimentação pobre em frutas e fibras, obesidade, inatividade física e tabagismo.

Neuromielite e tuberculose

Na quarta (29) e quinta-feiras (30), a cúpula do Senado será iluminada de verde em razão do Dia Nacional da Conscientização sobre a Neuromielite Óptica. Também conhecida como NMO ou Doença de Devic, a condição, considerada rara, afeta o sistema nervoso e pode causar cegueira, tetraplegia e disfunção de órgãos. O pedido de iluminação partiu do senador Romário (PL-RJ).

Como parte da campanha, ainda no dia 29, à pedido do senador Weverton (PDT-MA), também devem ser projetadas imagens e frases entre 19h e 21h sobre a conscientização a respeito do mieloma.

Na sexta-feira (31), a pedido do Ministério da Saúde, cúpula e torre estarão vermelhos em alusão ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose e à Semana Nacional de Mobilização e Luta Contra a Tuberculose. A data aconteceu em 24 de março e foi oficializada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 1982, ano do centenário da descoberta da bactéria causadora da enfermidade.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)