quinta-feira, 23/05/2024
Confúcio Moura: Brasil deve investir na geração de energias renováveis

Eleito para presidir a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) no biênio 2023-2024, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) disse em pronunciamento nesta terça-feira (14) que o colegiado será o fórum adequado para o debate de temas sobre o setor elétrico, os de petróleo e gás, além dos de telecomunicações e transportes, pautas relevantes, em sua opinião, para garantir o desenvolvimento do País.

De acordo com o parlamentar, a matriz energética brasileira está consolidada pelas hidrelétricas, que constituem um importante ativo e se destacam pelo baixo impacto ambiental quando comparadas, por exemplo, às termelétricas ou às usinas nucleares.

Para o senador, o momento histórico aponta para tendências muito melhores no futuro próximo, e a aposta deve ser na produção de energias limpas, como a eólica e a solar. Nesse particular, observou, o Brasil é promissor para a geração desse tipo de energia, por dispor de enorme potencial de fontes renováveis.

— Em 2021, o Brasil ocupou a terceira posição entre os países que mais instalaram usinas eólicas no mundo. A nossa aposta no setor, portanto, é robusta, e este fato haverá de garantir o desenvolvimento econômico com preservação ambiental. Neste sentido, o avanço das energias renováveis se tem revelado um verdadeiro alento para a sociedade brasileira — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)