terça-feira, 28/05/2024
Áudio: PEC em análise no Senado prevê novas regras para a escolha de ministros do TCU

O Plenário do Senado aprovou o projeto (PL 3.878/2020) que reserva 10% das vagas nas agências públicas de emprego para mulheres vítimas de violência. A relatora, senadora Augusta Brito (PT-CE), explicou que o Sistema Nacional de Empregos (Sine) vai adotar medidas para não expor essas candidatas. Já o senador Carlos Viana (Podemos-MG) vai transformar em proposta a sugestão de reserva de vagas para mulheres com deficiência, que não foi incluída no projeto. O PL 3.878, de autoria do deputado Capitão Alberto Neto, segue para a sanção presidencial.