segunda-feira, 4/03/2024

Com apoio de Vander, concurso literário vai movimentar jovens de MS

Durante quatro dias (25, 26, 27 e 28 de abril), o campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em Campo Grande será o grande palco do Festival da Juventude (FestJuv), encontro que vai reunir diversas vertentes da cultura, como literatura, música, teatro e batalha de rima.

O Festival já lançou a primeira etapa do evento. Trata-se de um concurso literário exclusivo para a faixa etária de 15 a 24 anos de idade em três categorias: “Crônica, conto e poesia”, “Batalha de rima” e “Reportagem”. As inscrições já estão abertas e o regulamento detalhado dos concursos está disponível no site www.festjuv.com.br.

Como incentivo à criação, os vencedores receberão prêmio em dinheiro e um livro editado com os respectivos trabalhos. Os primeiros colocados de cada categoria vão receber R$ 2.500,00.

“O concurso nos dará uma mostra do que está sendo produzido pelos jovens do MS e sobre a perspectiva de como eles leem o mundo”, diz a coordenadora do Festival, Andréa Freire, explicando também que o projeto começou com a literatura, mas se expandiu para outras vertentes culturais, incluindo oficinas com temas variados.

Diante de um mundo flexibilizado, complexo e heterogêneo, o adolescente e/ou o jovem vivem um momento marcado pela transição de modelos, no qual velhas fórmulas ainda existem e novos modelos ainda não se consolidaram. Neste sentido, é sempre bom lembrar o papel da literatura, fundamental para o desenvolvimento emocional, crítico, intelectual e social do indivíduo, portanto, imprescindível aos jovens.

Escritor e professor, sul-mato-grossense, Febraro de Oliveira, de 25 anos, afirma que nunca foi tão difícil ser jovem neste país. Segundo ele, são muitos desafios para enfrentar em um mundo tão globalizado, focado na tecnologia e refém das redes sociais. No entanto, e baseado na própria vivência, Febraro diz que existe algo em movimento em relação à literatura. “O jovem, ao contrário do que se imagina, está se interessando cada vez mais pelos livros e pela leitura”, ressalta.

O esforço na realização do FestJuv só é possível graças a uma emenda parlamentar do deputado federal Vander Loubet, um dos congressistas que mais destina verbas para a cultura e a educação no estado e o maior apoiador de projetos da UFMS. “A juventude merece espaços para expressar sua criatividade e a UFMS é o lugar adequado para a realização do Festival, pois isso reafirma esse espaço como referência da educação pública e da cultura sul-mato-grossense”, afirma Vander.

O Festival é uma realização da Associação Amigos do Cinema e da Cultura (AACIC) e da UFMS e conta com o patrocínio do Ministério da Cultura e a parceria do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio das secretarias de Cultura (Setesc), de Educação (SED) e de Cidadania (SEC), além do apoio da Federação do Comércio (Fecomércio-MS) e do Serviço Social do Comércio (Sesc-MS).